Siga nossas redes

Negócios

Petrobras inicia testes no Polo GasLub em Itaboraí

Segundo o ministro de Minas e Energia, Bento Albuquerque, o empreendimento poderá aumentar a produção brasileira em 20%.

Publicado

em

por

Tempo médio de leitura: 2 minutos

Fachada de prédio da Petrobras
Prédio da Petrobras no Rio de Janeiro 16/10/2019 REUTERS/Sergio Moraes

A Petrobras (PETR3, PETR4) iniciou nesta segunda-feira testes na nova Unidade de Processamento de Gás Natural (UPGN) do Polo GasLub (antigo Comperj), em Itaboraí (RJ), um importante passo para o início de sua operação neste ano, segundo comunicado da empresa enviado à imprensa.

Para o início dos testes, o Polo GasLub passou a receber gás natural não processado do Terminal de Cabiúnas, detalhou a companhia, que realizou nesta segunda-feira um evento com a presença de diversas autoridades, incluindo o presidente Jair Bolsonaro.

O projeto da UPGN contará ainda com um gasoduto chamado Rota 3, que trará o insumo do pré-sal. Junto com o gasoduto, o empreendimento prevê capacidade para escoar e processar diariamente 21 milhões de metros cúbicos de gás do pré-sal.

Segundo o ministro de Minas e Energia, Bento Albuquerque, o empreendimento poderá aumentar a produção brasileira em 20%.

Quando a UPGN estiver em operação, além do gás do pré-sal da Bacia de Santos, receberá gás também dos demais ativos que utilizam o Sistema Integrado de Escoamento (SIE), via Projeto Integrado Rota 3.

Juntos, o Rota 3 e as Rotas 1 (UPGN Caraguatatuba/SP) e 2 (Terminal Cabiúnas/RJ) –as duas últimas já em operação– disponibilizarão capacidade total para escoar 44 milhões de metros cúbicos de gás por dia.

“Mais que um conjunto de instalações e de unidades de processamento, estamos tratando de um projeto multipropósito de grande valor estratégico para o Brasil, que contribuirá para uma maior segurança energética nacional”, disse em nota o presidente da Petrobras, Joaquim Silva e Luna.

“O gás natural que chega a Itaboraí nos faz vislumbrar um cenário promissor para a atração de petroquímicas, siderúrgicas, usinas de fertilizantes, fábricas de vidro e cerâmica, entre diversas outras indústrias, que conformarão o ora sonhado Complexo Industrial do GasLub.”

Veja também

ANÚNCIO PATROCINADO Confira

Abra sua conta! É Grátis

Já comecei o meu cadastro e quero continuar.