Siga nossas redes

Vale a Leitura

Descubra onde as oportunidades estão disfarçadas nas crises

Livro de Carlos Domingos ‘As oportunidades disfarçadas 2’ traz uma poderosa fonte de criatividade e ideias baseadas na análise de oportunidades.

Publicado

em

Aloísio

Que inspiração e desafio fantástico: “nos dias atuais, devemos procurar os problemas, e não fugir deles” e “a questão não são as limitações, mas o melhor que você pode fazer dentro das limitações.”

Estes são insights colhidos do livro de Carlos Domingos, “As oportunidades disfarçadas 2”. O texto nos traz uma poderosa fonte de criatividade e ideias baseadas na análise das oportunidades que vêm disfarçadas em crises.

Como ser um decifrador de oportunidade

O autor, que considero um decifrador de oportunidades ou um verdadeiro Sherlock Holmes, nos revela uma centena de exemplos que reforçam a sua tese de que as oportunidades usam disfarces para serem descobertas.

Em especial, neste momento, dessa longa e desafiadora pandemia da covid-19, surgem oportunidades e importantes megatendências nas áreas de big data, digitalização, direitos digitais, governança pública e privada, internet das coisas, meio ambiente, capitalismo dos stakeholders, mudanças climáticas, telemedicina, educação, varejo de entregas e deliveries.

O Carlos Domingos é empresário, palestrante e publicitário. Trabalhou como colunista do jornal Valor Econômico e foi membro do Conselho Nacional de Autorregulamentação Publicitária (CONAR).

Ganhou diversos prêmios, como os 12 leões em Cannes; Profissional do Ano – da Rede Globo; o Grand Prix de Criação – Prêmio Abril de publicidade; também ganhou o prêmio de Melhor Anúncio do Mundo – da Advertising Age. 

Como resolver conflitos no mundo VUCA

Domingos destaca que só quem for capaz de resolver conflitos, preencher lacunas, propor soluções criativas para situações complexas e fazer mais com menos terá lugar assegurado nessa nova realidade do mundo VUCA, uma sigla em inglês, formada pela primeira letra das palavras: Volatility (volatilidade), Uncertainty (incerteza), Complexity no (complexidade) e Ambiguity (ambiguidade). 

Um mundo onde o longo prazo virou curto e curto prazo ficou imediato. E mais a estratégia ganhou a nova dimensão do longo prazo. Quase tudo virou um grande laboratório de errar, corrigir e tentar de novo.

Um mapa de oportunidades disfarçadas 

No seu portfólio criativo de oportunidades, Domingos destaca alguns exemplos importantes. A lista do autor com suas vivências e experiências nos traz exemplos baseados em oportunidades criadas por fracassos, como tragédias pessoais e até guerras. Entre elas estão:

  1. Oportunidades disfarçadas em insatisfação dos clientes fizeram com que surgisse o Nubank no Brasil, a Netflix (NFLX34), Uber (U1BE34), Vivido, Zappos, etc. “As empresas que subestimam os consumidores correm cada vez mais o risco de ganhar novos concorrentes. E empresas que de fato valorizam e ouvem os clientes ganham fãs, colaboradores e até sócios”.
  2. Oportunidades Disfarçadas nos Erros. Assim nasceram o Instagram, Berlizt Escola de Línguas e IKEA, o gigante dos móveis.
  3. Oportunidades  Disfarçadas nas limitações. Floresceram o mouse da Apple (AAPL34), o controle remoto da Nintendo, a Lacta com promoções dos ovos de Páscoa nos tetos das lojas Americanas (LAME3) no Brasil, uso do amarelo por Van Gogh e Celso Athayde que fundou a Favela Holding no Brasil.

Como vencer o dilema do ‘não dá

Lembra Domingos de um fato interessante e exemplar: “quando comandava minha agência de publicidade, era comum ouvir da equipe: “com esse prazo, não dá. Com esta verba, não dá. Com este briefing, não dá.” Eu sempre respondia a mesma coisa: a questão não são as limitações, mas o melhor que você pode fazer dentro das limitações”. Pronto. Simples.

Tornar-se um caçador de oportunidades 

Por estas razões recomendo vivamente essa leitura que nos ensina também como podemos  nos tornar verdadeiros caçadores de oportunidades. 

Ao finalizar destaco a trilha proposta por Carlos Domingos: curiosidade, resiliência,  criatividade com um maior portfólio de experiências e nunca não aceite o desconforto de uma situação. 

Bom Leitura e novos insights .

Aloisio Sotero é professor e mentor em Precificação e Gestão de Negócios na era digital. Vice-diretor da Faculdade Central do Recife e membro associado do Instituto Brasileiro de Governança Corporativa.

Veja também

Invista de um jeito simples, sem economês. Aproveite a plataforma mais simples do mercado. Vem pro Nu invest!

Anúncio Patrocinado Invista em Ações com TAXA ZERO de corretagem! Invista em Ações com TAXA ZERO de corretagem!