Siga nossas redes

Primeira Marcha

Maverick reencarna em picape para incrementar vendas da importadora Ford

Marca, que deixou de fazer carros no Brasil há um ano, aposta em lançamentos para consolidar nova fase no país.

Publicado

em

Tempo médio de leitura: 4 minutos

Faz pouco mais de um ano que a Ford deixou de fazer carros no Brasil. Desde o anúncio no dia 11 de janeiro, a empresa passou por uma conturbada reestruturação, que incluiu o fechamento de muitas concessionárias e uma reformulação em sua linha de produtos.

O fim de Ka e EcoSport fizeram a Ford despencar do quinto lugar em 2020 para a 11ª posição no fim de 2021.

Apenas dois produtos inéditos foram lançados no país naquele ano. Enquanto o Mustang Mach 1 não passou de uma nova versão do esportivo vendido aqui desde 2018, o Bronco Sport reforçou a linha de SUVs da marca, que contava apenas com o discreto Territory.

Maverick é a bola da vez

A fase mais importante da nova trajetória da Ford começa em 2022. O primeiro lançamento da empresa neste ano (e provavelmente o mais importante deles) é a Maverick, xará do clássico esportivo dos anos 70 que de igual só tem o nome.

A picape de porte intermediário chega dos Estados Unidos para ser o segundo modelo mais vendido da Ford no mercado brasileiro, atrás apenas da Ranger.

Não é uma missão fácil, mas a Ford aposta no sucesso da novidade. Além do design (que chama atenção pelas formas retas que reforçam a robustez), a Maverick tem um bom pacote de equipamentos e o ótimo motor 2.0 turbo da linha Ecoboost, que também equipa o Bronco. Os dois modelos, aliás, são feitos sobre a mesma plataforma.

Categoria está crescendo

A Maverick faz parte de um segmento em franca ascensão no mundo inteiro, inclusive nos Estados Unidos, onde a maioria dos clientes são ávidos por veículos enormes.

Lá, a categoria que nós conhecemos como picapes de porte intermediário (como a Maverick) é chamada de picapes compactas. Seu grande chamariz é o posicionamento como porta de entrada para o mundo de picapes Ford, já que a Maverick fica abaixo de Ranger e da F-150. Algumas fabricantes já manifestaram interesse em entrar na briga, mas a Hyundai é a única fabricante que já tem um produto pronto para enfrentar a Ford.

No Brasil, o segmento foi inaugurado pela Renault Duster Oroch, mas é dominado pela Fiat Toro. O primeiro grande rival da Toro será lançado ainda neste ano pela Chevrolet: é a nova Montana, que será fabricada em São Caetano do Sul (SP). Já a Volkswagen ensaia há anos uma entrada na categoria com a Tarok, que até já foi mostrada pela marca alemã, mas ainda não recebeu o sinal verde para a produção.

As novidades para 2022

A Maverick, porém, não será a única novidade da Ford para o mercado brasileiro em 2022.

Uma das próximas estreias deve ser a do Mustang Mach-E. O SUV já roda em testes pelas estradas brasileiras há alguns meses e será o primeiro modelo elétrico vendido pela marca no mercado brasileiro.

Quem também está de malas prontas para cá é a nova Ranger. Apresentada em 2021, a picape está em fase final de testes e deve estrear neste ano na Argentina, de onde será trazida para o Brasil.

Outra novidade que pode pintar neste ano é a F-150. A picape é o veículo mais vendido do país há mais de três décadas e aqui ocuparia o posto mais alto na gama de utilitários da Ford, encarando a Ram 1500 Rebel, cujas vendas surpreenderam para um veículo que custa mais de R$ 400 mil.

*Vitor Matsubara é jornalista automotivo e editor do Primeira Marcha. Tem passagens por Quatro Rodas, de 2008 a 2018, e UOL Carros, de 2018 a 2020.

As informações desta coluna são de inteira responsabilidade do autor e não do InvestNews e das instituições com as quais ele possui ligação. 

Veja também

Investir é mais fácil do que você imagina. Aqui tem o investimento ideal para o seu perfil. Vem pro Nu invest!

Anúncio Patrocinado Probabilidades Samy Dana Probabilidades Samy Dana
ANÚNCIO PATROCINADO      Carteira de Dividendos Julho

Abra sua conta! É Grátis

Já comecei o meu cadastro e quero continuar.
Anúncio Patrocinado Cripto no App Nu