Siga nossas redes

SO$ Finanças

Ainda vale a pena comprar um imóvel na planta?

Envie sua pergunta por e-mail; especialistas respondem a dúvidas dos leitores sobre seu dinheiro.

Publicado

em

imóvel

Pergunta do leitor: Estou guardando dinheiro para dar entrada em um imóvel na planta, mas tenho receio que não seja mais um momento tão bom para dar esse passo. Ainda vale a pena comprar da construtora?

Resposta de Carlos Caporal*:

Sempre dirão que vale a pena comprar na planta. Claro que esse conselho é verdadeiro, desde que você considere vários pontos importantes.

Neste modelo, o comprador basicamente ajuda a incorporadora a financiar os custos da construção. É possível financiar um terço do valor total pelo período de construção, que é, em média, de três anos.

Nesta primeira etapa, os valores em geral são corrigidos pelo INCC (Índice Nacional de Custo da Construção), uma taxa de inflação da construção civil, calculada com base em material e serviços de mão de obra. Ele incide sobre todas as parcelas e sobre o saldo devedor mensalmente, o que aumenta o valor final.

Na segunda etapa, depois que o apartamento estiver pronto, o comprador deverá pagar todo o valor restante. O valor é dividido geralmente entre 200 e 300 meses. As parcelas mensais têm juros geralmente negociados no banco.

Vantagens e desvantagens de comprar um apartamento na planta:

Vantagens

  • Pode parcelar a entrada durante a obra até a entrega das chaves. Num imóvel já finalizado, essa entrada à vista fica entre 20% e 30%.
  • Terá oportunidade de personalizar o seu imóvel escolhendo portas, metais, louças e até acabamentos.
  • Escolherá o andar, a vista do imóvel e com isso negociar melhor os valores.
  • Valorização: não há garantia de que irá se valorizar, mas é bem possível.

Desvantagens

  • A construtora pode quebrar e você não receber o imóvel, apesar do contrato garantir a entrega. Portanto, considere discussões judiciais longas.
  • Diferente do prometido: os apartamentos na planta são exibidos em maquete ou salas simuladas, mas uma das principais reclamações é com o resultado final.
  • Fique atento aos valores das parcelas e dos índices negociados. Considere a economia atual do país, pois seu imóvel poderá lhe custar muito mais caro do que idealizou.

Fique atento a estes pontos:

  • Sua vida financeira precisa estar organizada.
  • Principal erro: só olhar a parcela.
  • A incorporadora pode desistir do contrato assinado;
  • Fique atento ao INCC para correção das parcelas durante a construção;
  • Verifique os documentos e a planta do imóvel;
  • Sempre considere atrasos na entrega;
  • Procure conhecer a construtora e seu histórico, reputação no mercado etc;
  • A versão decorada provavelmente não será igual ao imóvel que você receberá pronto;
  • Visite e acompanhe a construção.
  • Procure um Planejador Fiduciário para conselhos valiosos

*Carlos Caporal é planejador fiduciário da Fiduc.

As informações neste artigo são de inteira responsabilidade do autor e não do InvestNews e das instituições com as quais ele possui ligação. Envie sua pergunta para [email protected]

LEIA MAIS:


Investir é mais fácil do que você imagina. Aqui tem o investimento ideal para o seu perfil. Invista pela Easynvest!

Anúncio Patrocinado Invista em Ações com TAXA ZERO de corretagem! Invista em Ações com TAXA ZERO de corretagem!

O InvestNews é um canal de conteúdo multiplataforma que oferece a cobertura diária de notícias e análises sobre economia, investimentos, finanças, mercado financeiro, educação financeira, projeções, política monetária e econômica. Tudo o que mexe com o seu dinheiro você encontra aqui, com uma linguagem simples e descomplicada sobre o mundo da economia e dos investimentos.