Siga nossas redes

Criptonews

Como minerar bitcoin? Aprenda em 4 passos

Atividade é responsável pela segurança da blockchain e mineradores podem ser recompensados com bitcoins.

Publicado

em

Tempo médio de leitura: 8 minutos

moeda com o logotipo do bitcoin
Logotipo do bitcoin Crédito: Milan Jaros/Bloomberg

O que é minerar bitcoin (BTC)? E você sabe para que serve minerar bitcoins? O bitcoin é uma criptomoeda descentralizada. Isso significa que, diferentemente do real ou dólar, ela não é regulamentada por nenhum Banco Central ou órgão governamental.

O monitoramento e validação das transações da maior moeda virtual da atualidade são feitos por pessoas espalhadas ao redor do mundo: os mineradores.

Recentemente, a mineração tornou-se uma atividade mais fácil e lucrativa após a grande aderência de usuários e consolidação no imaginário popular. Mas vale a pena começar a minerar bitcoin? É lucrativo? 

O InvestNews explica o que é mineração de bitcoin, como funciona e o que é preciso para fazê-la em 4 passos.

Confira:

Mas afinal, o que é minerar bitcoin?

Mineração de bitcoin é o processo de resolução de complexos problemas matemáticos em uma corrida com outros usuários. Em outras palavras, é por meio da mineração que novos bitcoins entram em circulação.

E mesmo que você não saia como vencedor da corrida pela bitcoin, a sua mineração também é recompensada com parcelas de criptomoedas. Isso acontece porque o bitcoin é descentralizado. Ou seja, os dados das operações estão presentes em todos os equipamentos envolvidos na mineração do sistema. 

Além disso, por conta da descentralização da criptomoeda, a mineração de bitcoin é o que mantém a blockchain segura, rede que registra as transações por meio de criptografia.

Na blockchain, cada “bloco” registra as informações de uma transação, e todos os blocos são conectados em cadeia, em ordem cronológica.

Os mineradores trabalham para verificar a validade das informações de um novo bloco, checando se a transação com a criptomoeda ocorreu da forma que deveria.

Quanto ganha um minerador de bitcoin?

Em troca dos serviços de validação, o minerador é recompensado com a taxa de transação, que varia de bloco para bloco, e está elegível para receber 6,25 bitcoinsa cotação atualizada pode ser conferida no InvestNews.

Ou seja, validar as transações não significa automaticamente ganhar as criptomoedas – para receber a recompensa, é necessário sorte e velocidade. Funciona assim: após validar o bloco, o minerador precisa ser o primeiro, dentre todos os mineradores, a chegar na solução de um problema numérico, num processo conhecido como prova de trabalho.

A recompensa em bitcoin é reduzida pela metade a cada 4 anos, com a última alteração feita em maio de 2020. Em 2009, ano em que a mineração começou, a recompensa era de 50 bitcoins.

Na imagem é possível ver uma moeda dourada com o símbolo do bitcoin quase coberta por pequenos minerais de cor cinza-escuro
A mineração de bitcoin se tornou um dos processos que mais atraem usuários interessados na criptomoeda.

O que é preciso para minerar bitcoin?

Como a atividade é basicamente uma competição de quem resolve primeiro uma sequência numérica, saem na frente os computadores com alta velocidade de processamento, capazes de fazer mais tentativas por segundo.

Além disso, energia barata é desejável, já que as máquinas devem estar ligadas 24 horas por dia. Em um país com a energia cara, como o Brasil, os ganhos com a mineração podem não ser suficientes para cobrir os gastos com energia elétrica.

Por fim, climas frios ajudam a evitar o superaquecimento das máquinas sem o gasto adicional de equipamento para resfriamento – não por acaso, os maiores polos de mineração de bitcoin estão no norte global, em países como Rússia, Estado Unidos e, até pouco tempo atrás, na China.

Como minerar bitcoin?

Bom, agora que você já sabe o que é necessário para começar a mineração de bitcoins, criamos um tutorial com 4 passos para te ajudar a começar e alcançar seu objetivo: 

1. Invista nas melhores máquinas

Como já comentado antes, é importante que o usuário tenha em mente que  computadores com alta velocidade de processamento, capazes de fazer mais tentativas por segundo, são a melhor opção de máquinas a serem adquiridas.

O equipamento mais famoso presente no mercado é o ASIC, que consomem menos energia e mineram mais bitcoins que um computador convencional.

É importante ressaltar que equipamentos com essa capacidade são caros, podendo chegar a custar milhares de reais. 

2. Configure uma carteira de bitcoin

Após investir nos equipamentos necessários para mineração, é hora de configurar uma carteira de bitcoin. É através dela que o usuário armazenará os ganhos e realizará as transações com a criptomoeda.

Além disso, as carteiras de bitcoin também permitem o gerenciamento de seus “endereços de bitcoin” por meio de duas chaves: uma pública e uma privada.

Enquanto a chave pública fica visível para outras pessoas (pense nela como os números de uma conta bancária convencional), a privada é guardada em segurança (a ideia é ser como uma senha para a sua carteira a qual apenas você tenha acesso).

Atualmente, existem diversas opções de carteiras de bitcoin (e outras criptomoedas) disponíveis para o público. Para escolher a melhor opção é fundamental levar em consideração seu nível de experiência e os recursos que você tem disponível.

3. Junte-se a um “pool de mineração”

Mesmo com os melhores equipamentos é quase impossível minerar bitcoin sozinho. Por isso, para contornar esse fato, uma opção é juntar-se a uma “pool de mineração”.

Nelas, os mineradores oferecem seu poder de processamento para demais usuários. Quando uma determinada quantidade de bitcoin é extraída, o valor é dividido entre os membros. 

4. Tenha um programa de mineração 

Por fim, a última etapa para começar a minerar bitcoin é instalar um bom programa de mineração no seu computador. É através desse programa que você se conectará com a blockchain.

4 dos principais softwares de mineração são o CGMiner, BFGminer, EasyMiner e Awesome Miner.

É o programa mais antigo de mineração e compatível com a maior parte dos computadores disponíveis. É baseado em uma única linha de comando e possui recursos como controle de resfriamento e monitoramento de desempenho.

  • BFGMiner

O BFGMiner é compatível com os hardwares ASIC e possui opções completas de monitoramento. Além disso, o software permite customização e ajustes em todas as etapas do processo. 

  • EasyMiner

O EasyMiner é um programa open source (pode ser acessado por qualquer pessoa) intuitivo e com suporte para diversas modalidades de mineração. Além disso, é customizável para as opções de mineração sozinho ou em pool.

O programa é compatível com Linux e Windows e é uma boa opção para aqueles usuários com mais de um dispositivo dedicado à mineração de criptomoedas por possuir uma interface que pode ser acessada via celulares, tablets e outros aparelhos. 

Pronto. Com o software instalado é só começar a mineração!

 Na imagem é possível ver 5 moedas douradas com o símbolo da bitcoin (4 empilhadas e 1 apoiada). As 5 moedas estão colocadas em cima de uma carteira preta de couro. Na imagem ainda temos uma caneta preta de corpo transparente e um cartão preto. Todos os elementos estão postos em cima de um suporte marrom.
Montar uma carteira de bitcoin é uma das etapas mais importantes no passo a passo de como minerar bitcoin.

Dificuldade de minerar bitcoin: o hashrate

A probabilidade de um minerador ser o primeiro a descobrir a solução do problema é medida pelo poder de mineração em relação ao total da rede.  

Para ser competitivo no ramo, é preciso ter um alto hashrate (ou “taxa de mineração”, em tradução livre), medido em terahashes por segundo (TH/s).

Quanto maior o hashrate total da rede, maior a segurança da blockchain, já que mais pessoas estão trabalhando para mantê-la inviolável. Ao mesmo tempo, no entanto, mais competitivo fica o processo de mineração.

Vale a pena começar a minerar bitcoin agora?

Ray Nasser, minerador e especialista em criptomoedas da Inversa Publicações, é enfático ao dizer que não é vantajoso começar a minerar bitcoin de casa. Os custos – tanto com a importação de máquinas especializadas em mineração quanto em energia elétrica – não compensam a rentabilidade da atividade.

Além disso, enfrentar a alta concorrência das chamadas fazendas de mineração torna a atividade ainda mais complicada para se fazer sozinho. 

É crime minerar bitcoin?

A resposta é não. Não é crime minerar bitcoin.

Mas é verdade que com o crescimento e consolidação das criptomoedas entre as pessoas, tanto autoridades quanto órgãos fiscalizadores ao redor do mundo estão tentando encaixar esse tipo de processo nas legislações vigentes de cada nação.

Veja também:

  • Bitcoin Cash: o que é, como funciona e vale a pena investir nessa cripto
  • Microcoin: conheça esse tipo de criptoativo e veja se vale a pena investir
  • Criptogames: como impactam a indústria e os investimentos
  • Chiliz Criptomoeda: o que é e qual o futuro desta cripto

Opere com as melhores ferramentas para trader e corretagem ZERO em Ações! Comece já

Anúncio Patrocinado Probabilidades Samy Dana Probabilidades Samy Dana
ANÚNCIO PATROCINADO      Carteira de Dividendos Agosto

Abra sua conta! É Grátis

Já comecei o meu cadastro e quero continuar.
Anúncio Patrocinado Cripto no App Nu