Siga nossas redes

Economia

PIB da França no 1º tri é revisado para contração de 0,1%

O país entra em recessão.

Publicado

em

por

Reuters
Macron
Presidente francês, Emmanuel Macron 16/12/2020 REUTERS/Gonzalo Fuentes

O Instituto Nacional de Estatística e Estudos Econômicos (Insee) fez um corte no Produto Interno Bruto (PIB) da França do primeiro trimestre: de alta de 0,4%, apontada em leitura preliminar divulgada em 30 de abril, para queda de 0,1%, informada nesta sexta-feira (28). As duas variações são em comparação com o quarto trimestre de 2020.

 A economia da França contraiu 0,1% no primeiro trimestre de 2020, mostraram dados oficiais revisados nesta sexta-feira, entrando em recessão conforme luta para se recuperar da crise provocada pela pandemia.

A forte e incomum revisão para baixo ante uma estimativa inicial de expansão de 0,4% entre janeiro e março reflete um desempenho mais fraco do que o esperado no setor de construção. O resultado marcou o segundo trimestre seguido de contração depois que a economia francesa encolheu 1,5% nos últimos três meses de 2020.

O dado revisado pela agência de estatísticas INSEE destaca os desafios que os governos enfrentam para responder à pandemia.

Em mais sinais de dificuldades, os gastos das famílias, motor da atividade econômica da França, caíram 8,3% em abril, no início do segundo trimestre, depois de o presidente Emmanuel Macron ter ordenado um terceiro lockdown nacional devido à Covid-19.

A renda real disponível das famílias recuou 1,0% no primeiro trimestre, enquanto a taxa de poupança caiu a 21,8% de 22,7% no final de 2020.

As restrições devido à covid-19 estão sendo agora levantadas na França. O ministro das Finanças, Bruno Le Maire manteve na quinta-feira sua estimativa de crescimento de 5% para 2021 e disse que a crise “está ficando para trás, embora tenhamos que manter a cautela”.

O Instituto Nacional de Estatística e Estudos Econômicos (Insee) fez um corte no Produto Interno Bruto (PIB) da França do primeiro trimestre: de alta de 0,4%, apontada em leitura preliminar divulgada em 30 de abril, para queda de 0,1%, informada nesta sexta-feira (28). As duas variações são em comparação com o quarto trimestre de 2020.

Leia também:

Carteira de Ações: como montar uma do zero?
• 5 fatos para hoje: benefício emergencial e privatização dos Correios.
Crise Hídrica: Governo anuncia pior seca em 111 anos e deve emitir alerta de emergência.
• Lata vê chance de fusão entre aéreas no país após interesse da Azul pela Latam.
Transição de carreira: veja se é a hora certa e como se preparar.
BNDES poderá coordenar e estruturar distribuição de títulos.

Reserva de emergência: já fez a sua? Aproveite a segurança do Tesouro Direto. Comece a investir!

Anúncio Patrocinado Invista em Ações com TAXA ZERO de corretagem! Invista em Ações com TAXA ZERO de corretagem!