Siga nossas redes

Finanças

Bolsa fecha em queda em dia de decisão de juros nos EUA e no Brasil; dólar recua

O Ibovespa caiu 0,62%, aos 99.675 pontos; já o dólar comercial caiu 0,91%, a R$ 5,2406.

Publicado

em

por

InvestNews
bolsa de valores

O Ibovespa, principal índice da bolsa brasileira, a B3, fechou em queda nesta quarta-feira (16), com o mercado de olho no rumo das taxas de juros no Brasil e nos Estados Unidos. Já o dólar à vista fechou em queda no mercado doméstico.

O Ibovespa caiu 0,62%, aos 99.675 pontos. Já o dólar comercial caiu 0,91%, a R$ 5,2406 – o menor valor desde julho, segundo a agência Reuters.

Na terça-feira (15), o Ibovespa fechou em leve alta de 0,02%, aos 100.297 pontos, destoando do clima de otimismo no exterior com números da recuperação chinesa. Internamente, o mercado reagiu ao “cartão vermelho” de Bolsonaro à equipe econômica. O cenário político interferiu também no câmbio, com o dólar fechando em alta de 0,271%, cotado a R$ 5,289.

De olho nos juros

Internamente, o mercado aguarda a divulgação da decisão do Banco Central sobre a Selic, a taxa básica de juros da economia brasileira. O Comitê de Política Monetária (Copom) irá divulgar a decisão às 18h. A expectativa do mercado é de manutenção da Selic em 2% ao ano.

Nos Estados Unidos, o Federal Reserve (Fed) divulgou nesta tarde a decisão de manter a taxa de juros inalterada no país, perto de zero. No comunicado, o Fed informou que a taxa deve permanecer inalterada até que os objetivos de inflação e emprego sejam atingidos.

O comunicado animou o mercado. Investidores acompanham notícias sobre o rumo dos juros nos EUA porque, com taxas mais baixas, o país tende a se tornar menos atraente para investimentos, o que beneficiaria bolsas e moedas de outros mercados, como o Brasil.

Destaques da bolsa

As ações do setor de viagens passaram boa parte do pregão nos destaques de alta. Os papéis da CVC (CVCB3) subiram 4,12%, liderando os avanços do dia, seguidos por Azul (AZUL4) e Gol (GOLL4), que subiram 3,78% e 3,4%, respectivamente.

Já entre os destaques da ponta negativa, o dia foi de perdas para o setor de mineração e siderurgia, com Usiminas (USIM5) perdendo 3,12% e a Vale (VALE3), que caiu 2,6%. Mas a maior perda do dia foi a ação da Minerva (BEEF3), que caiu 3,61%.

Bolsas lá fora

As expectativas sobre a decisão de política monetária do Fed também impactaram outros mercados. Na Ásia, por exemplo, investidores aproveitaram o dia para embolsar lucros nos mercados chineses e da Coreia do Sul, que vinham acumulando ganhos por três e quatro pregões consecutivos, respectivamente.

Veja abaixo o resultado dos principais índices da região:

  • China: Xangai Composto caiu 0,36%
  • China: Shenzhen Composto recuou 0,91%
  • Coreia do Sul: Kospi teve baixa de 0,31%
  • Japão: Nikkei teve ligeira alta de 0,09%
  • Taiwan: Taiex subiu 1,02%
  • Austrália: S&P/ASX 200 avançou 1,04%

Na Europa, os principais índices fecharam com direções mistas:

  • Alemanha: DAX subiu 0,29%
  • Inglaterra: FTSE 100 caiu 0,44%
  • França: CAC40 subiu 0,13%
  • Espanha: IBEX35 subiu 1,06%

*Com Estadão Conteúdo

Proteja seu patrimônio das variações cambiais ou ganhe dinheiro com elas. Invista em Contratos de Dólar pela Easynvest!

Anúncio Patrocinado Não corra o risco de faltar dinheiro lá na frente. Não corra o risco de faltar dinheiro lá na frente.

O InvestNews é um canal de conteúdo multiplataforma que oferece a cobertura diária de notícias e análises sobre economia, investimentos, finanças, mercado financeiro, educação financeira, projeções, política monetária e econômica. Tudo o que mexe com o seu dinheiro você encontra aqui, com uma linguagem simples e descomplicada sobre o mundo da economia e dos investimentos.