Siga nossas redes

Finanças

Fundos de ações têm o menor valor investido em renda fixa desde janeiro de 2015

Maior percentual de aplicação em renda fixa foi em fevereiro de 2016; títulos públicos lideram alocações nestes fundos atualmente.

Publicado

em

por

Katherine Rivas
investimentos

Um levantamento da Economatica Brasil revelou que, até março, o volume investido em renda fixa pelos fundos de ações foi de 5,72%, o menor da série desde janeiro de 2015.

Já o maior percentual de alocação feito por estes fundos em ativos de renda fixa ocorreu em fevereiro de 2016, quando o investimento representou 16,41% do patrimônio total. No mesmo período, os fundos de ações setoriais alocavam 27,42% e os fundos de ações livre investiam 18,67%.

O levantamento considerou 1130 fundos e 335 gestoras até março, além de um patrimônio acumulado de R$ 433,8 bilhões.

Deste total, as gestoras com maior alocação em renda fixa eram a CTM Investimentos Ltda, que tem 10 fundos, e investe 23,46% do seu patrimônio total em renda fixa. Em segundo lugar está a Oceana Investimentos, com 9 fundos, que aloca 22,10% do seu patrimônio em renda fixa.

Na última posição está a Hix Investimentos Ltda, com 6 fundos, e uma participação em renda fixa de 0,71% do patrimônio.

Classificação Anbima

Já de acordo com os critérios da Associação Brasileira das Entidades dos Mercados Financeiro e de Capitais (Anbima), os fundos de ações livres eram os que tinham maior percentual investido em renda fixa em março de 2021, com 7,78% do patrimônio, seguido pelos fundos de ações com investimento no exterior, com alocação de 4,94%.

Já os fundos de ações Small Caps registraram o menor percentual de investimento em renda fixa com 1,57% do patrimônio.

Distribuição da renda fixa por ativo

De acordo com o levantamento da Economatica, foi possível identificar quatro ativos da renda fixa neste tipo de fundos: debêntures, operações compromissadas, títulos públicos e instrumentos de instituições financeiras

Em março de 2021, o investimento em títulos públicos dos fundos de ações representava 35,63%, já a alocação em operações compromissadas era de 58,95%. Na terceira posição dos investimentos em renda fixa estão as debêntures, que representavam 4,31% do investimento feito pelos fundos de ações, maior valor registrado desde novembro de 2018.

E os depósitos a prazo de instituições financeiras ocupam a quarta posição com alocação de 0,09% do patrimônio.

Segundo a Economatica, existe uma correlação inversa entre os títulos públicos e operações compromissadas no período da análise (desde janeiro de 2015 até março de 2021). Contudo, a partir de novembro de 2019, os fundos de ações alocaram mais em operações compromissadas, já em março de 2021 este percentual caiu. As posições em títulos públicos têm um movimento inverso ao destas operações.

Veja mais:

Comparador de Fundos: descubra em qual vale mais investir.

Small caps para setembro: 9 ações para investir, segundo o Nu Invest

Compre Ações em apenas 3 cliques e aproveite taxa ZERO de corretagem! Invista já

Anúncio Patrocinado Invista em Ações com TAXA ZERO de corretagem! Invista em Ações com TAXA ZERO de corretagem!