Siga nossas redes

Finanças

Plataforma de infraestrutura de crédito Captalys pede registro para IPO

No prospecto preliminar da oferta, a companhia afirma ter 4 milhões de tomadores de crédito de 70 setores econômicos, e processa mensalmente R$ 1,8 bilhão em empréstimos.

Publicado

em

por

Reuters
IPO

A Captalys pediu registro para uma oferta inicial de ações (IPO), em busca de recursos para expandir sua plataforma digital de infraestrutura de crédito organicamente e via aquisições.

Fundada em 2010, a Captalys intermedeia operações de crédito para empresas brasileiras de médio porte. Seu modelo usa um software para originar, precificar operações de empréstimos, além de infraestrutura para cobrança e gestão dos créditos, que são empacotados e vendidos do mercado de capitais.

Além disso, oferece sua estrutura para que grandes empresas de uma variedade de setores, incluindo Mercado Livre, Vivo e iFood, ofereçam seus próprios produtos de crédito a clientes.

No prospecto preliminar da oferta, a companhia afirma ter 4 milhões de tomadores de crédito de 70 setores econômicos, e processa mensalmente R$ 1,8 bilhão em empréstimos.

A companhia tem cerca de 350 funcionários e é liderada pela empresária nascida nos Estados Unidos Margot Greenman. No primeiro semestre de 2021, teve receita operacional líquida de R$ 43,77 milhões.

Na oferta, que será coordenada por BTG Pactual, Itaú BBA e Credit Suisse, atuais acionistas da Captalys também venderão uma fatia no negócio.

Veja também

Compre Ações em apenas 3 cliques e aproveite taxa ZERO de corretagem! Invista já

Anúncio Patrocinado Invista em Ações com TAXA ZERO de corretagem! Invista em Ações com TAXA ZERO de corretagem!

O InvestNews é um canal de conteúdo multiplataforma que oferece a cobertura diária de notícias e análises sobre economia, investimentos, finanças, mercado financeiro, educação financeira, projeções, política monetária e econômica. Tudo o que mexe com o seu dinheiro você encontra aqui, com uma linguagem simples e descomplicada sobre o mundo da economia e dos investimentos.