Siga nossas redes

Finanças

Ibovespa foi o pior investimento dos últimos 10 anos; veja o ranking

Levantamento feito pela Comdinheiro mostra que o índice perdeu até para ativos atrelados ao CDI no período.

Publicado

em

imagem decorativa ibovespa b3

O Ibovespa, principal índice de ações da bolsa brasileira, foi um dos piores investimentos dos últimos 10 anos, perdendo até para o Certificado de Depósito Interbancário (CDI), dentro de uma amostra de ativos. Os dados são de um levantamento feito pela Comdinheiro, antecipado com exclusividade para o InvestNews nesta terça-feira (26).

A pesquisa aponta que quem investiu no Ibovespa no dia 31 de agosto de 2011 e retirou o dinheiro apenas em 31 de agosto de 2021 obteve rentabilidade de 110,25%. O percentual é inferior aos 125,84% ganhos por quem escolheu um ativo indexado a 100% do CDI para deixar seus recursos no mesmo período.

“O Ibovespa teve desempenho ruim nos primeiros cinco anos do período, puxando o resultado para baixo. A crise política iniciada com os protestos de 2013 e que durou até 2016 com o impeachment da então presidente Dilma Rousseff gerou instabilidades que derrubaram o mercado. Depois teve início um período de recuperação que poderia ter sido muito melhor se não fosse a pandemia”, explicou por nota Filipe Ferreira, diretor Financeiro da Comdinheiro.

Melhor e pior momento do Ibov em 10 anos

Segundo o levantamento, a maior perda com o Ibovespa foi do investidor que aportou seu dinheiro no índice em 31 de agosto de 2011 e o retirou no dia 26 de janeiro de 2016, com desvalorização de 33,63%. Se este investidor tivesse mantido o dinheiro lá, a melhor recuperação foi em 7 de junho de 2021, quando o indicador acumulou alta de 131,48% desde agosto de 2011, segundo o estudo.

Diante disso, o diretor da Comdinheiro aconselha diversificar o máximo possível. “É o conhecido conselho de nunca colocar todos os ovos na mesma cesta. Diversifique as ações não só por empresas, mas por segmentos da economia, deixe uma parte em renda fixa como reserva de emergência, e em outros ativos. Não é porque o mercado se comportou de uma maneira nos últimos dez anos que vai seguir o mesmo caminho na próxima década”, finalizou em nota.

Ranking de investimentos na década

Nos últimos 10 anos saiu na frente quem investiu em dólar, pois a moeda teve valorização de 224,05%, sendo o ativo com a melhor performance entre aqueles pesquisados pela Comdinheiro. Em segundo lugar ficou o ouro, com o desempenho de 214,28%.

Depois, o IMA-B, indicador que acompanha o rendimento dos títulos Tesouro IPCA+, que rendeu 202,96%. Ainda teve o Índice de Hedge Funds ANBIMA (IHFA), que gerou retorno de 171,20%. E, na quinta posição, aparece o euro, com valorização de 165,47%.

Veja abaixo o ranking completo dos investimentos entre 31 de agosto de 2011 e 31 de agosto de 2021:

  1. Dólar: + 224,05%
  2. Ouro: + 214,28%
  3. IMA-B (Tesouro IPCA+): + 202,96%
  4. IHFA (Hedge Funds): + 171,20%
  5. CDI: + 125,84%
  6. Euro: + 165,47%
  7. Ibovespa: + 110,25%

Veja também

Invista de um jeito simples, sem economês. Aproveite a plataforma mais simples do mercado. Vem pro Nu invest!

Anúncio Patrocinado Invista em Ações com TAXA ZERO de corretagem! Invista em Ações com TAXA ZERO de corretagem!