Siga nossas redes

Finanças

Saque do FGTS: Governo libera valor de R$ 1 mil a partir de abril; como sacar?

Prazo para saque do FGTS termina em dezembro, e vale para contas ativas e inativas.

Publicado

em

Tempo médio de leitura: 3 minutos

Uma medida provisória publicada pelo governo federal nesta quinta-feira (17) liberou o saque de R$ 1 mil de contas ativas e inativas do Fundo de Garantia do tempo de Serviço (FGTS) a partir do dia 20 de abril.

A nova rodada de saques do FGTS faz parte de um pacote de estímulos para injetar recursos na economia, em um cenário de subida da taxa de juros, inflação em alta e endividamento das famílias brasileiras. De acordo com o governo federal, cerca de R$ 30 bilhões podem ser injetados na economia.

Veja abaixo perguntas e respostas sobre a liberação do saque do FGTS

Quem pode sacar o FGTS?

Segundo o governo, cerca de 40 milhões de trabalhadores poderão sacar o valor das contas vinculadas do FGTS, caso tenham mais de uma. A medida vale tanto para contas ativas quanto inativas.

Caso o trabalhador tenha um saldo inferior a R$ 1 mil nas contas, será permitido retirar todo o montante disponível.

Como sacar o FGTS?

Os pagamentos serão realizados pelo aplicativo Caixa Tem, a conta poupança digital social da Caixa Econômica Federal. Após o valor ser creditado, ele poderá ser transferido gratuitamente para uma conta corrente ou poupança, ou ainda realizar pagamentos de contas e boletos bancários com o uso do cartão de débito virtual e QR Code pelo aplicativo.

Quando começa o saque do FGTS? E qual o prazo final?

Os saques poderão ser feitos de 20 de abril até o dia 15 de dezembro.

Cronograma para o saque do FGTS

E se o trabalhador não quiser sacar?

Se o trabalhador não tiver interesse em sacar o dinheiro, ele pode informar pelo aplicativo da Caixa Tem. Caso o valor seja creditado e não seja utilizado, ele retorna automaticamente para a conta do FGTS vinculada, corrigido após o término do prazo.

Vale a pena sacar o FGTS?

O especialista Jansen Costa, sócio-fundador da Fatorial Investimentos, orienta que o trabalhador saque do valor liberado pelo governo do FGTS, mesmo que seja inferior aos R$ 1 mil e que não o utilize para o pagamento de dívidas.

“Sacar o FGTS é muito bom porque o rendimento é muito baixo, ele fica muito abaixo da inflação e muito abaixo do CDI. A gente está com uma taxa de CDI de 11,75%, e não passa de 4,9% a remuneração do FGTS. Obviamente é importante sacar o FGTS, que rende menos que a poupança, que está rendendo 0,5% ao mês.”

Costa ressalta que qualquer produto de renda fixa rende mais do que se o dinheiro permanecer na conta do FGTS. Veja quanto rende os R$ 1 mil durante um ano:

  • Poupança = R$ 1.060,00
  • 100% CDI = R$ 1.117,50
  • FGTS = R$ 1.045,20

Veja também

Este conteúdo é de cunho jornalístico e informativo e não deve ser considerado como oferta, recomendação ou orientação de compra ou venda de ativos.

Faça seu dinheiro começar a render mais hoje! Vem pro Nu invest!

Anúncio Patrocinado Probabilidades Samy Dana Probabilidades Samy Dana
ANÚNCIO PATROCINADO      Carteira de Dividendos Julho

Abra sua conta! É Grátis

Já comecei o meu cadastro e quero continuar.
Anúncio Patrocinado Cripto no App Nu