Siga nossas redes

Finanças

Vitreo lança fundo 100% exposto ao mercado de cannabis

Com aplicação mínima de R$1 mil, produto aposta no decreto de liberação aos serviços bancários nos EUA.

Publicado

em

REUTERS/Carlos Osorio

A gestora Vitreo Gestão lançou no Brasil o fundo Cannabis Ativo, com 100% de exposição a este mercado de cannabis no exterior. O produto é acessível ao público em geral, tem investimento inicial de R$ 1 mil, taxa de administração de 0,72% ao ano e sem taxa de performance.

O lançamento acontece em um momento no qual a indústria da cannabis está a um passo de ganhar o aval do governo dos Estados Unidos e mudar o jogo para empresas, consumidores e investidores. O mercado, que já movimenta bilhões de dólares, pode, a qualquer momento, ter o decreto que vai liberar a irrigação de todo o sistema financeiro americano no comércio da cannabis.

A carteira do fundo é inspirada no relatório “Green Rider” da casa de research Empiricus, e tem a alocação indireta de 80% em ETFs (fundos de índice) de cannabis e 20% do fundo Canabidiol.

Em nota, George Wachsmann, gestor da Vitreo, afirmou que este é o melhor momento para começar a investir no setor. “O safe banking act é o que chamamos de catalisador. Ele tem o potencial de destravar um volume financeiro sem precedentes e proporcionar uma grande transformação para o setor da cannabis, com resultados vistos já no curto prazo”, diz Wachsmann.

Investimento em cannabis

Os fundos de cannabis têm ganhado seu espaço na carteira dos investidores ao redor do mundo. A indústria legal da planta faturou US$ 24,6 bilhões só em 2020, segundo a consultoria Grand View Research. A média de crescimento anual é de 14,3%.  

Já o mercado global do cultivo de cannabis deve chegar a US$ 358,8 bilhões até 2027. Estes números indicam como o setor pode se transformar em um gigante. E de olho neste cenário, nós vamos mostrar três fundos expostos ao mercado da cannabis que estão disponíveis ao investidor brasileiro. São eles: Vitreo Canabidiol Light, Canabidiol FIA e o Trend Cannabis.

Estes são fundos onde estão inclusas empresas farmacêuticas que fabricam medicamentos que tem como princípio ativo o cannabidiol, assim como empresas ligadas a recreação, cosméticos, alimentos e bebidas com o uso da substância.

Segundo analistas, existe uma tendência de crescimento no setor de cannabis, especialmente devido as expectativas por maior regulação do setor no mundo inteiro. Quando olhamos para terras brasileiras, obviamente nota-se limitações quando comparado a outros países.

Até agora, o uso medicinal de cannabis está legalizado em mais de 20 países. Cada país tem a sua regulamentação. Alguns países também têm a liberação para o uso recreativo, mas em menor número. 

Diversifique a sua carteira e deixe que um gestor especializado cuida pra você! Invista em Fundos de Investimento!

Anúncio Patrocinado Invista em Ações com TAXA ZERO de corretagem! Invista em Ações com TAXA ZERO de corretagem!