Siga nossas redes

Geral

5 fatos para hoje: EUA acusam Rússia; curso de exportação; Credit Suisse

Autoridade de alto escalão dos EUA diz que inteligência militar russa está por trás da recente onda de ataques contra bancos ucranianos.

Publicado

em

Tempo médio de leitura: 7 minutos

EUA dizem que Rússia é responsável por ciberataque contra bancos ucranianos

1 – EUA dizem que Rússia é responsável por ciberataque contra bancos ucranianos

A inteligência militar russa está por trás da recente onda de ataques de negação de serviço que derrubaram brevemente sites bancários e governamentais ucranianos, disse uma autoridade de alto escalão dos Estados Unidos nesta sexta-feira (18).

A vice-conselheira de Segurança Nacional, Anne Neuberger, disse a jornalistas na Casa Branca que Washington pretende responsabilizar a Rússia por ações agressivas no ciberespaço.

“A Rússia gosta de se mover nas sombras e conta com um longo processo de atribuição”, afirmou Neuberger. “À luz disso, estamos agindo rapidamente para atribuir os ataques. Acreditamos que o governo russo é responsável por ataques generalizados a bancos ucranianos esta semana.”

Neuberger disse que os norte-americanos têm dados que mostram que a infraestrutura conectada à agência militar da Rússia, geralmente conhecida como GRU, “foi vista transmitindo grandes volumes de comunicação para endereços e domínios IP baseados na Ucrânia”.

A Rússia negou qualquer participação.

2 – Todos os sinais sugerem que a Rússia está prestes a invadir a Ucrânia, diz secretário de Estado dos EUA

Todos os sinais sugerem que a Rússia está prestes a invadir a Ucrânia, disse neste domingo o secretário de Estado dos Estados Unidos, Antony Blinken, prometendo que Washington usaria todas as oportunidades de diplomacia para dissuadir Moscou. 

Em entrevista ao programa “Estado da União”, da emissora CNN, Blinken manteve a posição de Washington de que o impacto dissuasor das sanções seria perdido se elas fossem desencadeadas antes de uma invasão, apesar do apelo do presidente ucraniano, Volodymyr Zelenskiy, no sábado, para colocá-las em prática.

“Tudo o que estamos vendo sugere que isso é muito sério, que estamos à beira de uma invasão. Faremos tudo o que pudermos para tentar impedir isso antes que aconteça”, disse Blinken, acrescentando que o Ocidente está igualmente preparado, caso Moscou decida invadir.

“Até que os tanques estejam realmente rodando e os aviões estejam voando, vamos usar todas as oportunidades e cada minuto que temos para ver se a diplomacia ainda pode dissuadir o presidente (Vladimir) Putin de levar isso adiante”, disse.

Blinken afirmou está mantida a reunião na próxima semana com o ministro das Relações Exteriores da Rússia, Sergei Lavrov, desde que Moscou não avance com a invasão.

O presidente Joe Biden também estava se preparado para um encontro com Putin “a qualquer momento, em qualquer formato, se isso puder ajudar a evitar uma guerra”, acrescentou Blinken.

3 – Credit Suisse aceitou corruptos e criminosos como clientes, indicam dados vazados

O jornal alemão Sueddeutsche Zeitung e outros meios de comunicação informaram neste domingo (20) que um vazamento de dados do Credit Suisse, o segundo maior banco da Suíça, revelou detalhes das contas de mais de 18 mil clientes e apontou para possíveis falhas de due diligence (investigação e análise) em muitas verificações.

Segundo o jornal alemão, os dados vão da década de 1940 até a década passada e indicam que o Credit Suisse aceitou “autocratas corruptos, suspeitos de crimes de guerra e traficantes de seres humanos, traficantes de drogas e outros criminosos” como clientes.

Os dados foram recebidos anonimamente por meio de uma caixa de correio digital segura há mais de um ano, sem estar claro se a fonte era um indivíduo ou um grupo, informa o jornal alemão. As informações foram avaliadas com o Projeto de Reportagem sobre Crime Organizado e Corrupção e dezenas de parceiros de mídia, incluindo o The New York Times e o The Guardian.

Em comunicado, o Credit Suisse disse que “rejeita veementemente as alegações e insinuações sobre as supostas práticas comerciais do banco” e afirmou que as alegações são “predominantemente históricas”, que “os relatos sobre esse assunto são baseados em informações parciais, imprecisas ou seletivas tiradas de contexto, resultando em interpretações tendenciosas da conduta comercial do banco”.

O banco ainda disse ter revisado um grande número de contas potencialmente associadas às alegações, e cerca de 90% delas “estão hoje fechadas ou estavam em processo de fechamento antes do recebimento das consultas da imprensa, das quais mais de 60% foram fechadas antes de 2015”.

Quanto às contas que permanecem ativas, o banco declarou que é “confortável que a devida diligência apropriada, revisões e outras medidas relacionadas ao controle tenham sido tomadas de acordo com nossa estrutura atual”. O banco também disse que a lei o impede de comentar sobre “potenciais relacionamentos com clientes”.

4 – Governo dos EUA anuncia doação de R$ 520 mil para assistência imediata a Petrópolis

O governo dos Estados Unidos anunciou neste sábado a doação de R$ 520 mil para assistência imediata a famílias atingidas por um temporal na terça-feira que já deixou mais de mortos.

A doação, que ocorre por meio da Agência dos Estados Unidos para o Desenvolvimento Internacional (USAID ), é destinada à distribuição de kits de higiene pessoal, limpeza e segurança alimentar às famílias desabrigadas. Os recursos serão administrados pela Agência Adventista de Desenvolvimento e Recursos Assistenciais (ADRA).

O temporal que atingiu Petrópolis na tarde de terça provocou alagamentos, deslizamento de terras e deixou um rastro de devastação, com casas destruídas e ruas cobertas de lama depois das águas baixarem. Trabalhos de buscas por pessoas desaparecidas que teriam sido soterradas pela lama permanecem incessantemente.

No momento, 139 óbitos foram contabilizados pela equipe Técnica e Científica da Polícia Civil, no Instituto Médico Legal (IML). A Defesa Civil soma 781 ocorrências, das quais 598 são de deslizamentos. A Assistência Social atende 930 pessoas nos 17 pontos de apoio.

Ações emergenciais foram tomadas pelo governo federal para ajudar a cidade e os moradores afetados pelo temporal. Inicialmente foram liberados 2 milhões de reais, e o governo prepara uma medida provisória para a próxima semana no valor de 500 milhões para Petrópolis e outras cidades do país atingidas por chuvas desde o fim do ano passado.

Na sexta-feira, o presidente Jair Bolsonaro sobrevoou a área atingida nesta semana e afirmou que o cenário é de guerra e devastação.

5 – Curso gratuito capacita empresários para fazer exportações

O Programa Paulista de Capacitação para Exportações (Exporta SP) está com inscrições abertas até o próximo dia 25 de fevereiro. São 300 vagas para micro, pequenos e médios empresários que têm interesse em receber treinamento gratuito para acessar mercados internacionais.

O programa, da Secretaria de Desenvolvimento Econômico do Estado de São Paulo, oferece quatro meses de capacitação com especialistas da Fundação Instituto de Administração (FIA). São abordados temas como formação de preços, adequação de produtos e serviços, planos de negócios, marketing e vendas.

Essa será a terceira turma do projeto, que capacitou 355 empresários nas duas edições anteriores. Cerca de 20% das empresas que passaram pela formação conseguiram atingir mercados internacionais com o planejamento elaborado ao longo do treinamento.

As inscrições podem ser feitas pela página da Agência Paulista de Promoção de Investimentos (Investe SP).

(Com informações da Reuters, Estadão Conteúdo e Agência Brasil)

Veja também

Home Broker do Nu invest: mais rapidez e recursos para você, com taxa ZERO de corretagem em Ações! Aproveite já

Anúncio Patrocinado Probabilidades Samy Dana Probabilidades Samy Dana
ANÚNCIO PATROCINADO      Carteira de Dividendos Julho

Abra sua conta! É Grátis

Já comecei o meu cadastro e quero continuar.
Anúncio Patrocinado Cripto no App Nu