Siga nossas redes

Geral

Ficou sabendo? Petrobras eleva investimentos; greve das aéreas e Airbnb

Petrobras prevê investir US$ 68 bilhões entre 2022 e 2026.

Publicado

em

Pessoas passam em frente à sede da Petrobras no Rio de Janeiro 16/10/2019 REUTERS/Sergio Moraes

Petrobras eleva previsão de investimentos para US$ 68 bi em 5 anos

A Petrobras (PETR4) prevê investir US$ 68 bilhões entre 2022 e 2026, um aumento expressivo em relação ao plano de negócios plurianual anterior, à medida que reforça aportes para ampliar a produção de petróleo no pré-sal, segundo fato relevante divulgado nesta quarta-feira (24). O anúncio veio em linha com as expectativas.

No plano anterior, anunciado no ano passado, a Petrobras havia projetado US$ 55 bilhões entre 2021 e 2025, realizando naquela oportunidade uma redução de 27% na estimativa de aportes plurianuais para preservar caixa diante da pandemia de Covid-19.

A pandemia, contudo, impactou os planos de produção de petróleo da Petrobras para 2022, e a empresa revisou a projeção para o ano que vem a 2,1 milhões de barris de óleo por dia em média –considerando uma variação de 4% para mais ou para menos. Os desinvestimentos também afetaram a projeção.

No plano anterior, a Petrobras havia previsto produção média de 2,3 milhões de barris de petróleo por dia entre 2022 e 2025, com os números sendo afetados por desinvestimentos em campos de petróleo e gás naquela oportunidade.

Nos próximos anos, entretanto, a expectativa é de um aumento na produção de petróleo, à medida que os investimentos feitos no pré-sal apresentam resultados.

Para 2023, a previsão é de produção de petróleo de 2,2 milhões de barris por dia, volume que sobe para 2,4 milhões em 2024, 2,5 milhões em 2025 e 2,6 milhões de barris por dia em média em 2026.

A companhia informou que, dos investimentos totais previstos no horizonte do plano, 84% vão ser alocados na exploração e produção de petróleo e gás natural (E&P), um montante de US$ 57 bilhões.

A empresa também projeta desinvestimentos relevantes no período do plano — de US$ 15 bilhões a US$ 25 bilhões — “o que contribuirá para melhorar a eficiência operacional, o retorno sobre o capital e a geração de caixa necessária para manter a dívida em patamar adequado”. Parte das refinarias da companhia deverá ser vendida.

STJ decide que condomínio pode proibir locação por Airbnb

Será que deu ruim pro Airbnb (AIRB34)? O Superior Tribunal de Justiça (STJ) decidiu barrar a locação temporária de imóveis em condomínios, serviço oferecido principalmente pelo Airbnb.

Na prática, a medida não proíbe a atuação da plataforma de locação, mas cria dificuldades para o serviço, que se alastrou por apartamentos e condomínios residenciais.

Pilotos de companhias aéreas anunciam greve

Os pilotos e comissários de bordo das companhias aéreas decidiram, nesta quarta-feira (24), entrar em greve por tempo indeterminado a partir da próxima segunda-feira.

Segundo o Sindicato Nacional dos Aeronautas (SNA) – que representa funcionários de Gol (GOLL4), Latam, Azul (AZUL4), ITA, Voepass e Latam Cargo -, 50% dos trabalhadores deverão parar por dia, para manter parte dos voos operando.

A categoria pede um aumento de 15% nos salários, que não foram reajustados no ano passado devido à crise da covid. Ainda de acordo com o sindicato, as empresas ofereceram 3% de aumento.

A assembleia em que os trabalhadores decidiram deflagrar a greve ocorreu nesta quarta-feira, e segundo o presidente do SNA, comandante Ondino Dutra, teve a participação de cerca de 700 funcionários de companhias aéreas.

*Com informações da Reuters e Agência Estado

Veja também

  • O que Pat Dorsey e a Supreme podem ensinar sobre moats
  • Com 562% de alta, ação fora do Ibovespa bate a maior alta do índice
  • Aos 29, filho de Semenzato conta como deixou o tênis e assumiu holding do pai
  • Cosan e Rumo anunciam mudanças de executivos de RI e estratégia

Investir em Ações é ainda mais fácil com taxa de corretagem ZERO! Aproveite agora

Anúncio Patrocinado Invista em Ações com TAXA ZERO de corretagem! Invista em Ações com TAXA ZERO de corretagem!