Siga nossas redes

O que é IPO? Saiba como é a estreia das empresas na Bolsa

Você já ouviu falar sobre IPO? Essa é a sigla para o processo de abertura das empresas na Bolsa. Apesar da crise causada pelo Coronavírus, esse assunto está em alta. No total, entre 30 e 40 empresas devem fazer um IPO no segundo semestre de 2020, com um potencial de superar nada menos do que R$ 50 bilhões.

Em primeiro lugar, imagine a seguinte situação. Se você fosse um empresário e precisasse de dinheiro para expandir os seus negócios, a quem você recorreria?

Pediria um empréstimo ao banco? Quem sabe uma ajudinha do governo por meio do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES)?

Ou, por que não, acharia um sócio ou um investidor que pudesse aplicar recursos na sua empresa? Melhor, né?

Essa última opção é a que as empresas que negociam as suas ações na Bolsa de Valores escolhem. 

E, na verdade, elas não buscam um único sócio apenas. Quando elas fazem o IPO, ou seja, a sua estreia na Bolsa, elas reúnem milhares de sócios que ajudam a financiar suas operações.

Confira mais informações abaixo e descubra como funciona o IPO.

Por que fazer um IPO?

IPO é a sigla em inglês para Oferta Pública Inicial. Ele acontece quando uma empresa emite ações pela primeira vez, ou seja, faz sua estreia na Bolsa de Valores. Mas você sabe por que as empresas vendem suas ações no mercado?

Imagine que você é um empresário e que sua empresa esteja em franca expansão. E você, claro, quer continuar crescendo, fazer novos investimentos e, por exemplo, abrir filiais.

Porém, para isso você precisa de dinheiro. Existem algumas formas da sua empresa arrecadar capital. Você pode, por exemplo, recorrer aos bancos e pedir um empréstimo. Pode recorrer ao BNDES ou emitir títulos de dívida. Mas também pode ofertar ações na Bolsa de Valores. 

Em outras palavras, o principal motivo para uma empresa fazer um IPO é conseguir dinheiro para os seus investimentos, expansões etc.

Para os novos investidores, uma vez que a empresa é negociada em Bolsa, também existe a possibilidade de vender suas ações a outras pessoas no mercado.

Para fazer um IPO, a empresa necessariamente precisa ser uma Sociedade Anônima (S.A).

Em uma companhia S.A, os sócios da empresa passam a ser pessoas comuns, investidores de todo o país que compram as ações da companhia na Bolsa.

Processo é burocrático e tem seus custos

Mas se você acha que fazer um IPO é simples, nada disso!

Esse é um processo que costuma ser burocrático e que tem um custo para as empresas. Elas inclusive precisam cumprir uma série de requisitos legais e regulatórios. Outra obrigação é pedir o registro de companhia aberta para a Comissão de Valores Mobiliários (CVM), que é a entidade que regula o mercado de capitais. 

A empresa também é obrigada a elaborar um Prospecto de Emissão. Esse talvez seja o documento mais importante de um IPO. Ele tem centenas de páginas e traz várias informações importantes.

O documento é usado para os potenciais investidores decidirem se vão ou não comprar as ações da empresa ou não.

Nele, você vai encontrar informações como:

  • Riscos da operação;
  • Preço ou faixa do preços das ações;
  • Destinação dos recursos que a empresa vai captar;
  • Estudo de viabilidade;
  • Investimento mínimo necessário;
  • Período de reserva e por aí vai.

Como investir em um IPO

Mas afinal, como comprar as ações de uma empresa quando um IPO acontece?

Antes de mais nada, é preciso analisar o histórico da companhia, bem como o Prospecto de Emissão. Depois, você pode reservar as suas ações. Sempre que um IPO acontece na Bolsa, existe o período de reserva.

Esse é um prazo de alguns dias para os investidores enviarem os seus pedidos dizendo quantas ações da nova empresa gostariam de comprar, e por qual preço. Mas lembre-se que isso é feito pela sua conta na corretora.

Logo depois, quando o período de reserva acabar, vem a formação do preço de estreia na Bolsa. Esse preço é determinado basicamente pela relação de oferta e demanda das ações. Dessa forma, quanto mais interesse houver, maior costuma ser o valor.

Por último, depois de todas essas etapas, as empresas começam a efetivamente ser negociadas na Bolsa de Valores.

Ganhar dinheiro com Ações pode ser bem mais fácil que parece. Invista pela Easynvest!

O InvestNews é um canal de conteúdo multiplataforma que oferece a cobertura diária de notícias e análises sobre economia, investimentos, finanças, mercado financeiro, educação financeira, projeções, política monetária e econômica. Tudo o que mexe com o seu dinheiro você encontra aqui, com uma linguagem simples e descomplicada sobre o mundo da economia e dos investimentos.