Siga nossas redes

Negócios

B3 recebe nova multa de R$ 204 mi da Receita Federal por ágio envolvendo fusão

Segundo o comunicado, o valor inclui R$ 155,17 milhões a título de multa sobre o Imposto de Renda e outros R$ 49,17 milhões relativos a multa sobre CSLL.

Publicado

em

por

bolsa brasileira b3
Crédito: Shutterstock

A B3 (B3SA3) informou nesta quarta-feira (27) que recebeu novo auto de infração de R$ 204,3 milhões da Receita Federal envolvendo ganhos fiscais, em 2017, com o ágio gerado da fusão entre BM&F e Bovespa, que deu origem à companhia.

Segundo o comunicado, o valor inclui R$ 155,17 milhões a título de multa sobre o Imposto de Renda e outros R$ 49,17 milhões relativos a multa sobre CSLL.

O lançamento fiscal envolveu apenas as multas mencionadas, pois a B3 apresentou teve prejuízo fiscal de 2017, que depois foi usado entre 2019 e 2021, explicou a companhia.

Assim, diferente do que ocorreu nos demais anos sobre os quais houve autuações, o valor da parcela do ágio questionado relativo a 2017 (cerca de R$ 1,6 bilhão) foi integralmente abatido deste saldo de prejuízo fiscal.

A Receita Federal já aplicou várias multas à B3, alegando que a companhia reduziu de forma indevida as bases de cálculo dos tributos diante do valor atribuído ao ágio.

“A B3 apresentará impugnação ao referido auto de infração e reafirma seu entendimento de que o ágio foi constituído regularmente, em estrita conformidade com a legislação fiscal”, afirmou a operadora de infraestrutura de mercado.

Veja também

Investir é mais fácil do que você imagina. Aqui tem o investimento ideal para o seu perfil. Vem pro Nu invest!

Anúncio Patrocinado Invista em Ações com TAXA ZERO de corretagem! Invista em Ações com TAXA ZERO de corretagem!