Siga nossas redes

Economia

Desemprego nos EUA: Pedidos de auxílio caem para menor nível em mais de 52 anos

Os pedidos iniciais de auxílio-desemprego caíram em 43 mil, para 184 mil em dado ajustado sazonalmente.

Publicado

em

por

Tempo médio de leitura: 1 minuto

auxílio desemprego nos EUA
Loja da In-N-Out Burger anuncia vaga de trabalho em Encinitas, Califórnia, EUA 10/05/2021 REUTERS/Mike Blake/File Photo

O número de norte-americanos que entraram com novos pedidos de auxílio-desemprego caiu para o nível mais baixo em mais de 52 anos na semana passada, à medida que as condições do mercado de trabalho continuam mostrando aperto em meio a uma aguda escassez de trabalhadores.

Os pedidos iniciais de auxílio-desemprego nos EUA caíram em 43 mil, para 184 mil em dado ajustado sazonalmente, na semana encerrada em 4 de dezembro, informou o Departamento do Trabalho nesta quinta-feira. A queda para o menor patamar desde setembro de 1969 foi, no entanto, provavelmente exagerada pelas dificuldades de ajustar os dados às flutuações sazonais.

Economistas consultados pela Reuters previam 215 mil pedidos para a última semana. As solicitações caíram ante um recorde de 6,149 milhões registrado no início de abril de 2020.

Veja também

  • Alta da Selic piora rendimento da poupança; entenda
  • Com Selic maior, Brasil só perde da Turquia em ranking de juros reais
  • Selic em 9,25%: quanto rendem as aplicações de renda fixa e onde investir agora
  • Poupança, renda fixa e bolsa: como ficam os investimentos após a alta da Selic?

Um combo de motivos para investir hoje: taxa zero de corretagem, liquidez, diversificação e boa rentabilidade. Invista em Fundos de Índice

Anúncio Patrocinado Probabilidades Samy Dana Probabilidades Samy Dana
ANÚNCIO PATROCINADO      Carteira de Dividendos Agosto

Abra sua conta! É Grátis

Já comecei o meu cadastro e quero continuar.
Anúncio Patrocinado Cripto no App Nu