Siga nossas redes

Finanças

B3 vai oferecer aluguel de ETFs de renda fixa; saiba mais

Estratégia já estava disponível para fundos de renda variável e pode ser aplicada para diferentes objetivos de investimento.

Publicado

em

B3 ibovespa e dólar

A B3 informou em comunicado ao mercado que, a partir do dia 22 de novembro, passará a oferecer o serviço de empréstimo de cotas de ETFs (fundos de índices) de renda fixa. A opção já estava disponível para ativos de renda variável.

ETFs são fundos que aplicam em carteiras compostas por ativos que formam um índice de referência. Com isso, o investidor que compra uma cota do ETF adquire uma carteira diversificada. Já o aluguel de ativos é uma estratégia procurada por investidores que apostam na desvalorização de determinado investimento (entenda melhor abaixo).

A tarifação do empréstimo para ETFs de renda fixa será a mesma do aluguel de ETFs de renda variável, segundo a B3. O recurso estará disponível nas modalidades de balcão (contratos feitos entre as partes) e compulsório (contratos gerados automaticamente pela B3 para cobrir falhas de entrega).

Entenda o aluguel de cotas de ETFs

O empréstimo de ativos de um ETF pode ser usado para diferentes estratégias de investimento.

Funciona, por exemplo, quando um investidor tem interesse em determinado índice, mas não gosta de determinado ativo (que pode ser uma ação ou título público) que compõe sua carteira do índice em questão. Com o recurso, é possível comprar as cotas do ETF e alugar apenas o ativo que não deseja ter exposição para vendê-lo posteriormente. Assim, ele fica “zerado” no seu risco.

Outra forma do aluguel de ETF seria combinar operações com ETFs e derivativos. Isso é possível, por exemplo, quando o investidor compra um fundo que segue o Ibovespa (principal índice de ações do mercado brasileiro) e, ao mesmo tempo, vende um contrato futuro de Ibovespa. A estratégia, conhecida como “cash and carry”, costuma ser usada para lucrar com a diferença do preço à vista e o preço no futuro.

Também é possível recorrer ao empréstimo de cotas de um ETF quando se acredita que o índice de referência vai desvalorizar. No caso, o investidor compra as cotas do fundo, as aluga logo em seguida e as vende com lucro (caso o valor da cota caia). A estratégia é conhecida como “short selling”.

ETFs de renda fixa

Veja abaixo a lista dos 7 ETFs de renda fixa listados atualmente na B3:

Razão SocialFundoCódigo
ETF BRADESCO IMA-B FUNDO DE ÍNDICEBRAD IMA-BIMBB11
ETF BRADESCO IMA-B5+ FUNDO DE ÍNDICEBRAD IMA-B5MB5MB11
IT NOW ID ETF IMA-BIT NOW IMA-BIMAB11
IT NOW IMA-B5 P2 FUNDO DE ÍNDICEIT NOW B5P2B5P211
IT NOW IMA-B5+ FUNDO DE ÍNDICEIT NOW IB5MIB5M11
IT NOW IRF-M P2 FUNDO DE ÍNDICEIT NOW IRF-MIRFM11
MIRAE ASSET RENDA FIXA PRE FUNDO DE INDICEMIRAE FIXAFIXA11

Veja também

Invista com rentabilidade altíssima alavancando seus ganhos! Invista em Índice!

Anúncio Patrocinado Invista em Ações com TAXA ZERO de corretagem! Invista em Ações com TAXA ZERO de corretagem!