Siga nossas redes

Finanças

10 small caps para incluir na carteira em novembro, segundo o Nu Invest

Analista Murilo Breder destaca necessidade de visão de longo prazo em momentos de fortes quedas.

Publicado

em

imagem ilustrativa ações small caps

Nu Invest divulgou sua recomendação de carteira de small caps para o mês de novembro. A composição não teve alterações de ativos ou distribuição de alocação em relação ao mês de outubro.

Veja abaixo os ativos que compõem a carteira:

EmpresaCódigoAlocaçãoPreço Atual
CSU CardsystemCARD315%R$ 17,09
FerbasaFESA415%R$ 46,26
Kepler WeberKEPL315%R$ 35,26
PetzPETZ315%R$ 20,62
Aura MineralsAURA3310%R$ 49,20
BrasilAgroAGRO310%R$ 25,46
MéliuzCASH310%R$ 3,57
AerisAERI35%R$ 7,97
IraniRANI35%R$ 6,35

Diferentemente de meses anteriores, em que a carteira vinha apresentando uma performance melhor do que o índice de Small Caps da B3 (SMLL), o mês de outubro marcou a pior performance mensal da carteira recomendada do Nu Invest desde seu início, em outubro de 2020.

De acordo com o analista Murilo Breder, a queda não se deve ao desempenho das empresas que compõem a carteira, mas à piora no cenário macroeconômico brasileiro. “Até setembro deste ano, os problemas vinham da porta para fora. Evergrande, variante delta, discussão sobre a redução de estímulos por parte do Fed (tapering), entre outros. Outubro, porém, trouxe uma série de novos problemas da porta para dentro”, afirma.

Além do avanço persistente da inflação, o analista destaca a recente decisão do governo de realizar manobras contábeis para pagar um novo benefício social de R$ 400. A medida, segundo ele, manchou a percepção do compromisso do governo com a disciplina fiscal e a estabilidade das contas públicas. Por isso, a manobra fez o risco-país brasileiro atingir a máxima em seis meses.

“Com isso, o valuation das companhias foi afetado, principalmente daquelas cujo valor está no longo prazo. É o caso de empresas de tecnologia e crescimento como Méliuz (CASH3) e Petz (PETZ3), por exemplo – muito embora a realidade operacional delas em nada tenha se alterado de lá para cá”.

Breder afirma que, em momentos de grandes quedas no curto prazo, é preciso lembrar da importância da visão de longo prazo e do potencial das empresas de menor porte. “Quando olhamos para o fundamento e valuation das companhias, a reação do mercado parece exagerada. O investidor paciente e com visão de longo prazo deveria aguardar ansiosamente por oportunidades como essa”.

No acumulado de 2021, a carteira Small Caps Nu invest acumula uma alta de 9,98%, contra queda de 17,36% do índice de Small Caps da B3 (SMLL) e baixa de 13,04% do Ibovespa (IBOV) no mesmo período. Desde outubro de 2020, quando teve início, a carteira Small Caps Nu invest subiu 26,10%, contra queda de 1,14% do SMLL e 8,40% do Ibovespa.

Veja também

Faça seu dinheiro começar a render mais hoje! Vem pro Nu invest!

Anúncio Patrocinado Invista em Ações com TAXA ZERO de corretagem! Invista em Ações com TAXA ZERO de corretagem!