Siga nossas redes

Finanças

Ultrapar e Rede D’Or desabam mais de 8% após balanços; Itaú recua 5%

75 dos 91 ativos do Ibovespa fecharam o dia no vermelho em meio a bateria de resultados.

Publicado

em

As ações da Rede D’Or lideraram as quedas do Ibovespa, principal índice da B3, no pregão desta quinta-feira (4). A companhia fechou com queda superior a 8% após a divulgação de seu balanço trimestral. A Ultrapar apresentou o segundo pior desempenho do índice.

Em dia negativo para a bolsa brasileira, 75 dos 91 ativos listados na carteira do Ibovespa fecharam no vermelho.

Os papéis de Arezzo, que também reportaram seus números na véspera, avançavam, enquanto os da PetroRio viraram para queda. O banco Itaú também caiu forte após informar os resultados do terceiro trimestre. Confira os destaques registrados por volta das 15h40:

Cielo

A empresa de pagamentos Cielo (CIEL3), controlada por Bradesco e Banco do Brasil, que chegou a disparar mais de 9% mais cedo, subiu 1,29%, negociada a R$ 2,35. A companhia anunciou que teve lucro líquido de R$ 211,9 milhões no terceiro trimestre deste ano, um salto de 111,1% sobre um ano antes. A empresa foi beneficiada pelo crescimento das receitas em segmentos mais lucrativos, que aumentaram em velocidade bastante superior ao das despesas totais.

PetroRio

PetroRio (PRIO3), que chegou a subir mais cedo, virou e fechou com recuo de 1,72%, cotada a R$ 23,39. A petroleira informou que teve lucro líquido de R$ 125,16 milhões no terceiro trimestre, ante prejuízo de R$ 117,7 milhões um ano antes, com impulso de efeitos não-caixa e pela alta das cotações do petróleo.

Arezzo

A varejista Arezzo (ARRZ3) recuou 0,57%, para R$ 79,60, após reportar lucro líquido 177,4% maior no terceiro trimestre deste ano em relação ao mesmo período do ano passado, para R$ 77,5 milhões.

Em relatório, Danniela Eiger, analista da XP Investimentos, afirmou que a companhia apresentou resultados em linha com as estimativas, mas com lucro líquido superior devido a menores impostos.

“Destacamos que todas as marcas apresentaram crescimento de vendas ante 2019, com destaque para a AR&Co (+85%), Schutz (+36%) e operação nos Estados Unidos (+73%). Quanto à rentabilidade, a margem bruta permaneceu forte, impulsionada pelo impacto positivo da AR&CO. no mix, uma maior participação do canal online e melhores margens nos EUA”, reiterou a equipe.

Rede D’Or

Rede D’Or São Luiz (RDOR3) caiu 8,17%, para R$ 57,21. A companhia reportou lucro líquido de R$ 378,1 milhões no terceiro trimestre, crescimento de 8,2% no comparativo anual.

Em relatório, Samuel Alves, Yan Cesquim e Pedro Lima, analistas do BTG Pactual afirmaram que as receitas trimestrais e Ebitda da companhia ficaram em linha com as expectativas do banco de investimento, mas o lucro líquido foi pressionado por despesas financeiras líquidas mais altas. A companhia registrou um lucro 23,5% menor do que o previsto pelo banco de investimento, que era de R$ 494,6 milhões.

Ultrapar

 A Ultrapar (UGPA3) caiu 8,09%%, para R$ 12,38. A companhia anunciou nesta quarta-feira que reduziu a projeção de resultado operacional em 2021, citando margens mais pressionadas em sua rede de postos de combustíveis Ipiranga.

A projeção para lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização (Ebitda, na sigla em inglês), que era de R$ 3,8 bilhões a R$ 4,65 bilhões, em 2021, passou para R$ 3,75 bilhões a R$ 4,13 bilhões. Já a expectativa de Ebitda da Ipiranga, que era de R$ 2,1 bilhões a R$ 2,5 bilhões, passou para R$ 1,8 bilhão e R$ 2 bilhões.

Regis Cardoso e Marcelo Gumiero, analistas do Credit Suisse, afirmaram em relatório que a empresa teve resultados “decepcionantes”.

Os analistas afirmaram que o Ebitda ajustado da companhia foi ajudado pela Oxiteno, que superou a previsão do Credit em 26%, enquanto o Ebitda da Ipiranga ficou 17% abaixo das estimativas. “Outro destaque negativo do trimestre foi a queima de caixa da Ultrapar. A dívida líquida aumentou de R$ 0,7 bilhão para R$ 10,6 bilhões na variação trimestral. E a dívida líquida sobre o Ebitda cresceu para 2,9 vezes (ante 2,6 vezes no trimestre anterior)”, reiterou a equipe do Credit.

Itaú

O Itaú Unibanco (ITUB4) recuou 5,28%, para R$ 23,16. A instituição financeira encerrou o terceiro trimestre deste ano com lucro líquido gerencial de R$ 6,779 bilhões, alta de 34,8% em relação ao mesmo período de 2020. Ante o segundo trimestre deste ano, o Itaú teve lucro 3,6% maior. Excluindo itens extraordinários, o lucro líquido foi de R$ 5,780 bilhões no período, expansão de 28,6% em um ano.

Petrobras

As ações preferenciais da Petrobras (PETR4), que caíram mais de 4% no pregão da véspera, recuaram 3,17%, cotadas a R$ 26, na esteira do forte declínio dos preços do petróleo no exterior.

Vale

A mineradora Vale (VALE3), que teve baixa de mais 7% no pregão de ontem, manteve o viés negativo ao cair 1,14% no fechamento, para R$ 66,07. O UBS cortou o preço-alvo do recibo da ação da companhia negociado em Nova York, de US$ 15 para US$ 11.

Siderúrgicas

Entre as siderúrgicas, a CSN (CSNA3) diminiu o ritmo de queda superior a 4% e fechou com queda de 3,44%, para R$ 21,33. A companhia registrou lucro líquido de R$ 1,325 bilhão no terceiro trimestre, crescimento de 5% frente ao mesmo período do ano passado, mas queda de 76% em relação aos três meses anteriores.

Em relatório, Leonardo Correa e Caio Greiner, analistas do BTG Pactual disseram que a companhia reportou um conjunto “fraco” de resultados impactado por resultados ruins em sua divisão de mineração.

O Ebitda da CSN ficou em R$ 4,29 bilhões (20% baixo do esperado pelo banco), enquanto a divisão de mineração reportou R$ 911 milhões (61% inferior ao estimado). A equipe do BTG mencionou a realização do preço médio do minério de ferro, que veio 32% abaixo de projeção, como o principal motivo para o resultado fraco.

A Usiminas (USIM5) caiu 0,57%, para R$ 12,30, e a Gerdau (GGBR4) teve leve queda de 0,08%, para R$ 25,53.

Veja também

*(Com agências)

Diversifique a sua carteira e deixe que um gestor especializado cuida pra você! Invista em Fundos de Investimento!

Anúncio Patrocinado Invista em Ações com TAXA ZERO de corretagem! Invista em Ações com TAXA ZERO de corretagem!