Siga nossas redes

Finanças

Dólar fecha no menor patamar em dois anos; Ibovespa sobe aos 117 mil pontos

Moeda norte-americana terminou o dia cotada a R$ 4,8438.

Publicado

em

Tempo médio de leitura: 4 minutos

Reflexo de nota de 100 dólares em casa de câmbio de Cingapura 03/11/2014 REUTERS/Edgar Su

O dólar recuou pelo sexto pregão seguido ante o real e atingiu o menor patamar em dois anos nesta quarta-feira (23), com o Brasil continuando a se beneficiar da disparada nos preços das commodities e a atrair recursos de investidores que buscam rentabilidade. Já o Ibovespa encerrou o pregão com a sua sexta sessão de ganhos.

No dia, o Ibovespa subiu 0,16%, aos 117.457 pontos. Já o dólar caiu 1,43%, comercializado a R$ 4,8438, após chegar a R$ 4,8337 na mínima do dia até agora.

As ações de petrolíferas e dos setores varejista e imobiliário avançaram, enquanto papéis de frigoríficos cederam na ponta oposta.

Com a guerra na Ucrânia prestes a completar um mês, vários investidores têm mostrado preocupação com possível interrupção da oferta de commodities, o que impulsionou o preço de produtos do milho ao petróleo desde o fim de fevereiro.

Nesse contexto, ativos de países exportadores de commodities vistos como menos vulneráveis às tensões geopolíticas, como os da América Latina, se beneficiaram. Moedas como pesos chileno, peso colombiano e sol peruano, acumulam ganhos expressivos contra o dólar em 2022.

Especialistas explicam que juros mais altos por aqui aumentam a rentabilidade do mercado de renda fixa, tendendo a atrair mais recursos estrangeiros para o Brasil e, consequentemente, reduzindo o preço do dólar.

Como o Banco Central do Brasil se adiantou em relação a outras autoridades monetárias no início de seu ciclo de aumentos de juros, o real parece ter resistido bem até mesmo ao posicionamento mais duro do Federal Reserve no combate à inflação, que é visto como fator de impulso para a moeda estrangeira.

Bolsas mundiais

Wall Street

As ações dos Estados Unidos fecharam em forte queda nesta quarta-feira, com líderes ocidentais começando a se reunir em Bruxelas para planejar mais medidas para pressionar a Rússia a paralisar seu conflito na Ucrânia, enquanto os preços do petróleo dispararam.

O Dow Jones caiu 1,29%, para 34.358,5 pontos; o S&P 500 teve queda de 1,23%, para 4.456,24 pontos, e o Nasdaq Composite recuou 1,32%, a 13.922,60 pontos.

Europa

As ações europeias caíram 1% nesta quarta-feira, revertendo o curso após atingirem máximas em um mês mais cedo no pregão, com um salto nos preços do petróleo intensificando preocupações persistentes sobre as consequências econômicas da crise na Ucrânia e depois de operadores realizarem lucros.

O índice pan-europeu STOXX 600 fechou em queda de 1,01%, a 454,03 pontos, encerrando uma sequência de cinco dias de ganhos. Papéis financeiros lideraram as perdas.

  • Em LONDRES, o índice Financial Times recuou 0,22%, a 7.460,63 pontos.
  • Em FRANKFURT, o índice DAX caiu 1,31%, a 14.283,65 pontos.
  • Em PARIS, o índice CAC-40 perdeu 1,17%, a 6.581,43 pontos.
  • Em MILÃO, o índice Ftse/Mib teve desvalorização de 0,96%, a 24.298,66 pontos.
  • Em MADRI, o índice Ibex-35 registrou baixa de 1,87%, a 8.328,40 pontos.
  • Em LISBOA, o índice PSI20 desvalorizou-se 0,80%, a 5.774,58 pontos.

Ásia e Pacífico

As ações da China fecharam em alta nesta quarta-feira, com os investidores aguardando medidas para estabilizar a economia depois de um salto nas infecções por Covid-19 no país.

Os investidores têm aguardado mais movimentos de afrouxamento, incluindo cortes na taxa de compulsório dos bancos, depois de garantias de mais suporte pelo vice-primeiro-ministro chinês, Liu He, e de outras entidades na semana passada.

  • Em TÓQUIO, o índice Nikkei avançou 3,00%, a 28.040 pontos.
  • Em HONG KONG, o índice HANG SENG subiu 1,21%, a 22.154 pontos.
  • Em XANGAI, o índice SSEC ganhou 0,34%, a 3.271 pontos.
  • O índice CSI300, que reúne as maiores companhias listadas em XANGAI e SHENZHEN, avançou 0,50%, a 4.276 pontos.
  • Em SEUL, o índice KOSPI teve valorização de 0,92%, a 2.735 pontos.
  • Em TAIWAN, o índice TAIEX registrou alta de 0,98%, a 17.731 pontos.
  • Em CINGAPURA, o índice STRAITS TIMES valorizou-se 0,42%, a 3.364 pontos.
  • Em SYDNEY o índice S&P/ASX 200 avançou 0,50%, a 7.377 pontos.

* Com informações da Reuters.

Veja também

Home Broker do Nu invest: mais rapidez e recursos para você, com taxa ZERO de corretagem em Ações! Aproveite já

Anúncio Patrocinado Probabilidades Samy Dana Probabilidades Samy Dana
ANÚNCIO PATROCINADO      Carteira de Dividendos Julho

Abra sua conta! É Grátis

Já comecei o meu cadastro e quero continuar.
Anúncio Patrocinado Cripto no App Nu