Siga nossas redes

Finanças

Minério de ferro recua pela 5ª sessão com perspectiva de demanda fraca na China

Os preços do minério de ferro colapsaram desde as máximas recordes atingidas em maio.

Publicado

em

por

Reuters
Terminal de minério de ferro no porto de Dalian, China 21/09/2018 REUTERS/Muyu Xu

Os contratos futuros do minério de ferro em Dalian recuaram pela quinta sessão consecutiva nesta terça-feira, atingindo uma mínima de mais de quatro meses, à medida que preocupações com o enfraquecimento da demanda chinesa mantêm a matéria-prima siderúrgica sob pressão.

O contrato mais negociado do minério de ferro na bolsa de commodities de Dalian, para entrega em janeiro de 2022, fechou em queda de 1,3%, a 853 iuanes (US$ 131,64) por tonelada, após tocar a marca de 823 iuanes, menor patamar desde 26 de março.

Na bolsa de Cingapura, o contrato mais ativo do minério de ferro, para setembro, recuava 0,8%, a 159,25 US$/tonelada. Mais cedo na sessão, alcançou mínima de US$ 156,30, mais baixo nível desde 19 de abril.

Já o preço “spot” do minério de ferro foi negociado a US$ 168,50 por tonelada na segunda-feira, mínima desde 2 de abril, de acordo com dados da consultoria SteelHome.

Os preços do minério de ferro colapsaram desde as máximas recordes atingidas em maio, pressionados pela decisão da China de reduzir a produção de aço em linha com seus esforços de descarbonização.

O setor siderúrgico mundial terá de priorizar a descarbonização para atender à desafiadora meta de reduzir emissões em 75% e manter o aquecimento global dentro dos 2 graus Celsius, afirmou a consultoria Wood Mackenzie.

“As economias avançadas precisarão fazer mais para reduzir emissões através de novos caminhos inovadores para a produção de aço, como o uso de hidrogênio”, disse Mihir Vora, analista-sênior da Wood Mackenzie.

Veja também

Garanta o futuro tranquilo que você merece. Invista em Previdência Privada!

Anúncio Patrocinado Invista em Ações com TAXA ZERO de corretagem! Invista em Ações com TAXA ZERO de corretagem!