Siga nossas redes

Geral

Calendário do INSS 2023: veja as datas de pagamentos dos benefícios e 13º

Pagamento começou a ser feito entre os dias 25 de janeiro e 7 de fevereiro.

Publicado

em

Tempo médio de leitura: 7 minutos

O Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) divulgou o calendário do INSS 2023, com os benefícios para aposentados e pensionistas da Previdência Social. Mais de 37 milhões de beneficiários têm direito a receber os pagamentos do órgão no ano que vem.

Para quem recebe um salário mínimo, os depósitos referentes a janeiro começaram a ser feitos entre os dias 25 de janeiro e 7 de fevereiro. Segurados com renda mensal acima do piso nacional tiveram seus pagamentos creditados a partir de 1º de fevereiro.

Veja o calendário de pagamento do INSS 2023

INSS Calendario pagamento aposentados

Veja abaixo o calendário do 13º salário do INSS em 2023:

Para quem recebe até um salário mínimo

Final do NIS1ª parcela2ª parcela
125 de maio26 de junho
226 de maio27 de junho
329 de maio28 de junho
430 de maio29 de junho
531 de maio30 de junho
61 de junho3 de julho
72 de junho4 de julho
85 de junho5 de julho
96 de junho6 de julho
07 de junho7 de julho

Fonte: INSS

Para quem recebe acima de um salário mínimo

Final do NIS1ª parcela2ª parcela
1 e 61 de junho3 de julho
2 e 72 de junho4 de julho
3 e 85 de junho5 de julho
4 e 96 de junho6 de julho
5 e 07 de junho7 de julho

Fonte: INSS

Como consultar o calendário do INSS em 2023

Para consultar a data do pagamento do seu benefício, basta ver o número final do cartão de benefício do INSS, sem considerar o último dígito verificador, que aparece depois do traço.

Qual será o valor do INSS em 2023?

Até abril, o valor dos benefícios pagos pelo piso (salário mínimo) era de R$ 1.302 por mês. Já a partir de 1º de maio de 2023, o valor do salário mínimo foi reajustado pelo presidente Luiz Inácio Lula da Silva para R$ 1.320.

O salário mínimo em 2022 era de R$ 1.212. O projeto do Orçamento de 2023 prevê que o valor seja reajustado para R$ 1.302 a partir de janeiro, tendo como base a correção pela inflação.

Como saber a data do pagamento do INSS

Para aqueles que recebem seu benefício há algum tempo, permanece a data habitual de pagamentos, segundo o INSS. Para quem receberá pela primeira vez, é só conferir o número final do cartão de beneficiário.

Novas regras de aposentadoria e pensão por morte

Desde que entrou em vigor em 2019, a reforma da Previdência criou regras automáticas de transição para receber a aposentadoria e pensão por morte. Ou seja, a cada ano, as regras para concessão de benefícios mudam – e em 2023 não foi diferente. Quem está prestes a se aposentar pelo INSS precisa estar atento.

Segundo o INSS, a pontuação para começar a receber a aposentadoria por tempo de contribuição e por idade sofreu alterações em 2023 para homens e mulheres. Já as regras para acessar a pensão por morte só vão mudar a partir de 2024 (veja abaixo).

Veja a seguir as mudanças que passam a vigorar em janeiro de 2023. Confira também o calendário com a tabela de contribuição do INSS em 2023.

Aposentadoria por idade pelo INSS

Mulheres

A regra de transição estabelece o acréscimo de seis meses a cada ano para as mulheres, até chegar a 62 anos em 2023. Na reforma da Previdência, promulgada em novembro de 2019, a idade mínima estava em 60 anos, passando para 60 anos e meio em janeiro de 2020.

Em janeiro de 2021, a idade mínima para aposentadoria das mulheres aumentou para 61 anos. Em janeiro de 2022, passou para 61 anos e meio. Agora, em 2023, a idade mínima subiu para 62 anos para mulheres

Homens

Para homens, a idade mínima para pedir a aposentadoria está fixada em 65 anos desde 2019. Para ambos os sexos, o tempo mínimo de contribuição exigido é de 15 anos.

ANOHOMENSMULHERES
20236358
202463 e 6 meses58 e 6 meses
20256459
202664 e 6 meses59 e 6 meses
20276560
20286560 e 6meses
20296561
20306561 e 6 meses
20316562

Fonte: INSS

Regras de transição por pontos em 2023

Aposentadoria por tempo de contribuição

No caso da pontuação, é somada a idade do trabalhador com o tempo de contribuição. A pontuação mínima para se aposentar em janeiro de 2023 subiu para 90 pontos para as mulheres e de 100 para os homens.

Além disso, é necessário cumprir o tempo mínimo de contribuição, que hoje é de 35 anos para os homens e 30 para as mulheres.

Por essa regra de transição, estabelecida pela reforma da Previdência, há o aumento de 1 ponto por ano, até alcançar a pontuação de 100 para mulheres, em 2033, e de 105 para os homens, em 2028.

Veja como fica a transição por pontos até 2033:

ANOIdade + tempo de contribuição (homens)Idade + tempo de contribuição (mulheres)
202310090
202410191
202510292
202610393
202710494
202810595
202910596
203010597
203110598
203210599
2033105100

Fonte: INSS

Idade mínima + tempo de contribuição

Nesta regra, que prevê idade mínima mais baixa para pessoas com tempo de contribuição mais longo, a idade mínima para pedir a aposentadoria em 2023 passou para 58 anos no caso das mulheres, e 63 anos no caso dos homens.

A reforma da Previdência acrescenta seis meses às idades mínimas a cada ano até atingirem 62 anos (mulheres) e 65 anos (homens) em 2031. Nos dois casos, o tempo mínimo de contribuição exigido é de 30 anos para as mulheres e 35 anos para homens.

Como pedir a aposentadoria

Para fazer o pedido da aposentadoria, é preciso ter cumprido todos os requisitos exigidos pelo benefício que a pessoa deseja solicitar. Saiba mais como calcular a aposentadoria.

Como não existe mais a necessidade, e nem possibilidade, de pedir a aposentadoria nas agências do INSS,  é possível fazer a solicitação pelo telefone, discando 135, pelo aplicativo Meu INSS ou pelo portal do INSS (www.gov.br/inss).

No entanto, é preciso se atentar, pois, a depender do benefício, existem solicitações de documentos específicos. Para saber quais são eles para cada caso, é possível verificar no próprio site do INSS ou ligar para o número 135.

Pensão por morte em 2023

Segundo a Lei 13.135, de 2015, a cada três anos, um ano é acrescido na idade para ter direito ao benefício da pensão por morte. Como a última mudança ocorreu em 2021, as idades mínimas dos pensionistas só voltarão a aumentar em 2024.

Hoje, o pensionista com menos de 22 anos de idade recebe a pensão por até três anos. O intervalo sobe para seis anos para pensionistas de 22 a 27 anos, 10 anos para pensionistas de 28 a 30 anos, 15 anos para pensionistas de 31 a 41 anos e 20 anos para pensionistas de 42 a 44 anos. Somente a partir de 45 anos, a pensão passa a ser vitalícia.

A medida vale para os novos pensionistas. Beneficiários que já recebiam a pensão antes da reforma continuam com o direito adquirido.

Veja as regras para duração da pensão por morte em 2023:

Idade do cônjugeTempo da pensão
Abaixo de 22 anos3 anos
Entre 22 e 27 anos6 anos
Entre 28 e 30 anos10 anos
Entre 31 e 41 anos15 anos
Entre 42 e 44 anos20 anos
A partir de 45 anosVitalícia

Veja também

ANÚNCIO PATROCINADO Confira

Abra sua conta! É Grátis

Já comecei o meu cadastro e quero continuar.