Siga nossas redes

Marcação a Mercado: entenda como funciona

Você sabe como funciona a marcação a mercado? Esse é o motivo para as variações de preços nos títulos do Tesouro Direto. Para simplificar, a marcação a mercado é quando você marca o seu ativo pelo preço de venda. Ou seja, pelo preço que você conseguiria de volta se você vendesse o seu ativo hoje. 

E a melhor maneira de entender isso é lembrando daquelas vezes em que você foi conferir o extrato do seu investimento e percebeu que o saldo estava menor. 

Neste vídeo, Samy Dana explica em detalhes porque isso acontece e ainda mostra que a marcação a mercado também pode fazer você ganhar mais dinheiro do que esperava. Dê o play e confira. 

O que é Marcação a Mercado?

A marcação a mercado nada mais é que a marcação de um ativo pelo preço de venda. Em outras palavras, é o preço que você conseguiria de volta caso vendesse o seu ativo hoje.

Para ajudar no entendimento, vamos a um exemplo prático. Imagine que o seu investimento em um título prefixado do Tesouro Direto é como uma pista de corrida. O seu investimento funciona como um carro, que vai percorrer a pista do ponto de partida até a linha de chegada.

Seu investimento é como uma pista de corrida

No nosso exemplo, o ponto de partida do carro dentro da pista será o preço do título, ou seja, quanto ele custa hoje. No termo técnico, é o Preço Unitário (PU). Isso nada mais é do que o preço que você paga no início do investimento. 

Já a linha de chegada é o chamado Valor de Face, que aqui no nosso exemplo será de R$ 1.000 reais. Esse é o valor que o título vai custar na data de vencimento, que aqui será de três anos. 

A velocidade do carro é a taxa que esse investimento está pagando. Portanto, com uma taxa de 10%, o nosso carro demoraria três anos pra chegar aos R$ 1.000. Já o valor inicial seria de R$ 766.

Acontece que a velocidade, ou seja, a taxa do seu título, impacta diretamente no ponto de partida, que é o Preço Unitário. Imagine que a velocidade foi aumentada para uma taxa de 12% ao ano. Nesse caso, para o seu carrinho atingir os mesmos R$ 1.000 reais em três anos, ele precisaria começar a viagem mais atrás. O ponto de partida aqui seria na casa dos R$ 728.  

E o contrário também acontece. Se a gente diminuir a velocidade (taxa), para ele chegar do destino final no mesmo tempo, ele precisa partir um local mais próximo, na faixa dos R$ 807. 

Essa oscilação do ponto de partida, ou seja, do Preço Unitário, se dá em função das mudanças de taxas de mercado.

Entenda o sobe e desce da Marcação a Mercado

Mas atenção! Muitas pessoas confundem essa relação e acham que simplesmente vão ganhar mais dinheiro se a taxa subir.

Como você viu no nosso exemplo, quando a taxa de juros aumenta, o Preço Unitário do título cai. Em contrapartida, quando a taxa de diminui, o Preço Unitário sobe. 

Assim, se você vender o seu título antes da data de vencimento, vai receber o preço de mercado daquele dia. E ele poderá ser maior ou menor, de acordo com as mudanças nas taxas de juros.

Contudo, quem ficar com o investimento até a data de vencimento, receberá o valor que foi combinado lá no início.

Rende mais que a poupança e com risco menor: invista em Tesouro Direto pela Easynvest!

Mais Vídeos

O InvestNews é um canal de conteúdo multiplataforma que oferece a cobertura diária de notícias e análises sobre economia, investimentos, finanças, mercado financeiro, educação financeira, projeções, política monetária e econômica. Tudo o que mexe com o seu dinheiro você encontra aqui, com uma linguagem simples e descomplicada sobre o mundo da economia e dos investimentos.