Siga nossas redes

Negócios

S&P eleva nota de risco intrínseco da Petrobras

A agência manteve o nível de risco da dívida corporativa da companhia em “BB-“, dois níveis abaixo da nota “stand-alone”.

Publicado

em

por

Reuters
Petrobras
Logo da empresa de petróleo, Petrobras, no Rio de Janeiro, Brasil. 16/10/2019 REUTERS/Sergio Moraes

A Petrobras (PETR3, PETR4) informou que a agência de classificação de risco S&P Global Ratings elevou a sua nota de crédito “stand-alone” (risco intrínseco), de “bb” para “bb+”, conforme comunicado publicado nesta quarta-feira ao mercado.

A agência manteve o nível de risco (rating) da dívida corporativa da companhia em “BB-“, dois níveis abaixo da nota “stand-alone”, devido ao limite imposto pelo rating do Brasil. A perspectiva foi mantida como estável.

“Este upgrade é um reconhecimento do comprometimento da Petrobras em melhorar sua alavancagem financeira e em gerar cada vez mais valor. Continuaremos executando nossas estratégias para progredir ainda mais”, disse o diretor executivo Financeiro e de Relacionamento com Investidores, Rodrigo Araujo Alves, em comunicado.

Segundo a Petrobras, “a S&P ressaltou que a elevação da nota stand-alone reflete a melhora na estrutura de capital da companhia, a sólida geração de caixa e o progresso no programa de vendas de ativos. Destacou ainda o foco na redução de custos, ganhos de eficiência e a forte posição competitiva da companhia”.

Veja também

Invista seu dinheiro no investimento mais seguro do mercado a partir de R$ 36. Invista em Tesouro Direto!

Anúncio Patrocinado Invista em Ações com TAXA ZERO de corretagem! Invista em Ações com TAXA ZERO de corretagem!