Siga nossas redes

Finanças

Fundos focados no cenário econômico perderam do CDI em 2021; entenda

Em um prazo maior, porém, o rendimento dos ‘fundos macro’ ganham do indicador, diz estudo.

Publicado

em

Tempo médio de leitura: 4 minutos

Usuários do transporte público circulam na Estação da Luz, em São Paulo 12/01/2022 REUTERS/Amanda Perobelli

As surpresas negativas de 2021 ajudaram a empurrar para baixo o retorno dos fundos de investimento multimercado que têm estratégias baseadas no cenário econômico. Em uma lista com os 47 principais fundos desse tipo, a rentabilidade média no ano passado ficou perto de 2,3% – abaixo da inflação e do CDI (Certificado de Depósito Interbancário ou Certificado de Depósito Interfinanceiro).

É o que aponta um levantamento feito pela 2INVESTE, utilizando a plataforma Quantum Axis com fundos multimercado com estratégias baseadas na macroeconomia. Os chamados “fundos macro” são os que investem em renda fixa, ações, câmbio ou outras explicações seguindo uma estratégia que acompanha os principais indicadores da economia. 

Dessa forma, os gestores buscam entender quais investimentos podem render melhor levando em consideração as perspectivas para juros, inflação, crescimento do PIB (Produto Interno Bruto), inflação entre outros indicadores. 

O levantamento da 2INVESTE considera o intervalo entre 4 de janeiro e 20 de dezembro do ano passado. Nesse período, os fundos macro perderam em rentabilidade para o CDI e para o IPCA (Índice de Preços ao Consumidor Amplo), principal indicador de inflação no Brasil. Veja abaixo:

InvestimentoRetorno em 2021 (de 4/1 a 20/12)
CDI4,07%
Dólar9,79%
Ibovespa-11,76%
IPCA9,77%
Média dos fundos macro2,36%

Gabriela Mosmann, analista da Suno Research, aponta que o aumento da Selic de maneira mais rápida e intensa do que o mercado esperava ajuda a explicar o desempenho negativo dos fundos macro, e acrescenta que ele está relacionado à frustração com outros indicadores da economia, como inflação e PIB.

“Demorou para a taxa Selic começar a aumentar porque o Copom (Comitê de Política Monetária) estava achando que a inflação ia estar mais controlada, o que não aconteceu. Precisaram acelerar a subida da Selic porque a inflação começou a vir, sim, muito maior do que era o esperado. Isso é um reflexo de outros fatores da economia. A gente viu um desaquecimento. Esperávamos que haveria uma retomada da economia, e ela não veio”, diz Mosmann. 

E o longo prazo?

Se em 2021 os fundos macro perderam para o CDI, em um prazo mais longo eles tiveram uma rentabilidade maior. Segundo o levantamento da 2INVESTE, em prazos de 2 a 5 anos, a rentabilidade média desse tipo de investimento foi mais elevada na comparação com o indicador. Os números mostram ainda que, quanto maior o prazo, maior a vantagem sobre o CDI. Veja abaixo:

InvestimentoEm 2021 (de 4/1 a 20/12)Em 2 anosEm 3 anosEm 4 anosEm 5 anos
CDI4,07%7,15%13,61%21,00%33,63%
Dólar9,79%39,33%45,96%72,12%68,51%
Ibovespa-11,76%-6,70%20,09%42,28%73,59%
IPCA9,77%15,41%19,75%24,47%28,07%
Média dos fundos macro2,36%11,22%23,44%35,74%58,03%

Mosmann aponta que “os fundos macro, sim, são muito atraentes porque, de certa forma, eles vão estar olhando as movimentações da economia para conseguir se adaptar. O gestor macro, a gente espera que ele consiga identificar, por exemplo: ‘agora a gente vai ter uma tendência maior para bolsa, então vou conseguir me posicionar mais em bolsa’, ou ‘agora eu vou ter uma queda na bolsa, talvez a taxa de juros ou a inflação vão aumentar, então talvez eu consiga me posicionar nisso’. Você espera que o gestor macro consiga surfar nessas mudanças de ondas da economia.”

Mas ela acrescenta que “vale lembrar que a gente tem um universo muito grande de fundos multimercado, mas a minoria consegue realmente ter um diferencial, rentabilidades maiores”. “Então, como a grande maioria dos fundos é multimercado macro, a gente vai ver a grande maioria performar mal”, afirma, recomendando que o investidor escolha um gestor com cautela antes de escolher um fundo macro para aplicar seu dinheiro. 

Veja abaixo os fundos macro com as maiores rentabilidades num prazo de 5 anos, segundo a 2INVESTE:

 FundosGestão Retorno de 12/12/2016 até 20/12/2021
VISTA MULTIESTRATÉGIA FIC MULTIMERCADOVista Capital168,82%
SPX RAPTOR FEEDER INVESTIMENTO NO EXTERIOR FIC MULTIMERCADO CRÉDITO PRIVADOSPX Capital97,82%
SPX RAPTOR II INVESTIMENTO NO EXTERIOR FIC MULTIMERCADO CRÉDITO PRIVADOSPX Capital97,64%
IBIUNA HEDGE STH FIC MULTIMERCADOIbiuna Investimentos92,30%
KAPITALO ZETA FIC MULTIMERCADOKapitalo Investimentos80,97%
GAP ABSOLUTO FIC MULTIMERCADOGAP Asset Management68,03%
ABSOLUTE VERTEX FIC MULTIMERCADOAbsolute Investimentos67,74%
OCCAM RETORNO ABSOLUTO FIC MULTIMERCADOOccam Brasil65,07%
KADIMA HIGH VOL FI MULTIMERCADOKadima Asset Management62,53%
ARX EXTRA FIC MULTIMERCADOARX Investimentos58,89%

Veja mais sobre fundos de investimento:

Este conteúdo é de cunho jornalístico e informativo e não deve ser considerado como oferta, recomendação ou orientação de compra ou venda de ativos.

Diversifique a sua carteira e deixe que um gestor especializado cuida pra você! Invista em Fundos de Investimento!

Anúncio Patrocinado Super Week Temporada de balanços Super Week Temporada de balanços
ANÚNCIO PATROCINADO      Conheça a carteira recomenda de dividendos

Abra sua conta! É Grátis

Já comecei o meu cadastro e quero continuar.
Anúncio Patrocinado Carteira Top 10