Siga nossas redes

Finanças

Ibovespa fecha em alta e vai aos 104 mil pontos; dólar cai após atingir R$ 5,62

Disparada dos preços do minério de ferro também mexeram com os mercados nesta quarta-feira.

Publicado

em

bolsa

O Ibovespa, principal índice da B3, virou e encerrou a quarta-feira (24) em alta. O dólar caiu, com investidores repercutindo a divulgação de diversos dados econômicos dos Estados Unidos enquanto, internamente, seguem atentos ao noticiário em torno da PEC dos precatórios.

O Ibovespa subiu 0,83%, aos 104.514 pontos, após oscilar entre 102.464 pontos e 105.041 pontos. O dólar caiu 0,24%, comercializado a R$ 5,5948, mas chegou a R$ 5,6222 na máxima do dia.

Dados dos EUA

Pela manhã, o Departamento do Trabalho dos Estados Unidos informou que o número de norte-americanos que entraram com novos pedidos de auxílio-desemprego caiu para seu menor patamar desde 1969 na semana passada, apontando firmeza sustentada na economia do país.

Há entre investidores percepção de que sinais de melhora no mercado de trabalho dos EUA –em meio ainda a inflação elevada no país – fortalecem argumentos a favor de aceleração no ritmo de redução do programa de compras mensais de títulos do banco central norte-americano, o Federal Reserve (Fed). O encerramento do estímulo bilionário, por sua vez, é visto como predecessor de aumentos de juros nos EUA.

O Departamento do Trabalho também informou nesta quarta que os gastos do consumidor, que respondem por mais de dois terços da atividade econômica norte-americana, saltaram 1,3% no mês passado, após alta de 0,6% em setembro. Economistas consultados pela Reuters previam aumento de 1%nos gastos do consumidor.

Os números aumentaram mais do que o esperado para outubro, apesar da alta inflação, e impulsionando as perspectivas econômicas para o quarto trimestre.

Outro dado divulgado nesta quarta, as vendas de novas moradias unifamiliares nos Estados Unidos subiram em outubro, mas o ritmo de vendas do mês anterior foi revisado para baixo de forma acentuada, uma vez que os preços mais altos continuam como um obstáculo para alguns compradores de primeira viagem.

O dia também teve a divulgação da ata da ultima reunião do Fed. Vários membros do Fed disseram que estão abertos a acelerar a conclusão do programa de compra mensal de títulos se a inflação alta se mantiver. O programa foi introduzido para ajudar a sustentar a economia durante a pandemia. Os integrantes da autoridade monetária também se comprometeram a agir mais rapidamente para aumentar as taxas de juros, mostrou o documento.

Cenário interno

Na frente fiscal, o relator da PEC dos Precatórios e líder do governo no Senado, Fernando Bezerra (MDB-PE), anunciou que vai promover seis mudanças no texto, incluindo a definição do Auxílio Brasil como um programa social de caráter permanente no valor de R$ 400.

A notícia não agradou todos os investidores, que há meses têm mostrado preocupação com a pressão do governo por mais gastos, mas a previsão de auxílio permanente à população no texto da PEC “facilitaria a aprovação da emenda no Senado”, avaliou a Genial Investimentos em nota a clientes, o que aliviaria alguns temores em relação à trajetória das contas públicas.

A chefe de economia da Rico Investimentos, Rachel de Sá, disse que as incertezas ainda pesam sobre os ativos brasileiros. “O cenário ‘dá para ser pior’ ainda está sendo precificado”, afirmou, em referência ao descontrole das contas públicas.

Destaques da B3

As ações das empresas de tecnologia encerraram o pregão em alta revertendo a queda dos últimos pregões, com o Banco Pan no topo das valorizações. As siderúrgicas e a Vale também avançaram. Na outra ponta, os papéis da Natura ficaram com as principais baixas do dia. Fora do Ibovespa, a Ser Educacional avançou forte após anunciar a criação de uma fintech. Confira os destaques.

Bolsas mundiais

Wall Street

Os índices em Wall Street que caíam após dados apontando fortalecimento da economia dos EUA também sinalizarem pressões inflacionárias, enquanto decepcionantes balanços de varejistas também pesavam sobre o humor, acabaram virando no fim do pregão.

O índice Dow Jones caiu 0,03%, a 35.804 pontos, enquanto o S&P 500 subiu 0,23%, a 4.701 pontos e o índice de tecnologia Nasdaq subiu 0,44%, a 15.845 pontos.

Europa

As ações europeias interromperam uma sequência de perdas de quatro dias consecutivos nesta quarta-feira, com os papéis da Telecom Italia liderando os ganhos, mas temores em torno da piora da situação da Covid-19 na Europa e perspectivas de rigorosas restrições de combate à doença limitaram a recuperação do mercado.

  • Em LONDRES, o índice Financial Times avançou 0,27%, a 7.286,32 pontos.
  • Em FRANKFURT, o índice DAX caiu 0,37%, a 15.878,39 pontos.
  • Em PARIS, o índice CAC-40 perdeu 0,03%, a 7.042,23 pontos.
  • Em MILÃO, o índice Ftse/Mib teve valorização de 0,63%, a 27.109,30 pontos.
  • Em MADRI, o índice Ibex-35 registrou baixa de 0,26%, a 8.792,00 pontos.
  • Em LISBOA, o índice PSI20 valorizou-se 0,45%, a 5.522,37 pontos.

Ásia e Pacífico

O mercado acionário da China fechou em alta nesta quarta-feira, uma vez que as ações de mineradoras de carvão e de alimentos e bebidas avançaram, enquanto a melhora do sentimento no setor imobiliário sustentou os papéis de incorporadoras.

  • Em TÓQUIO, o índice Nikkei recuou 1,58%, a 29.302 pontos.
  • Em HONG KONG, o índice HANG SENG subiu 0,14%, a 24.685 pontos.
  • Em XANGAI, o índice SSEC ganhou 0,10%, a 3.592 pontos.
  • O índice CSI300, que reúne as maiores companhias listadas em XANGAI e SHENZHEN, avançou 0,07%, a 4.916 pontos.
  • Em SEUL, o índice KOSPI teve desvalorização de 0,10%, a 2.994 pontos.
  • Em TAIWAN, o índice TAIEX registrou baixa de 0,13%, a 17.642 pontos.
  • Em CINGAPURA, o índice STRAITS TIMES desvalorizou-se 0,01%, a 3.227 pontos.
  • Em SYDNEY o índice S&P/ASX 200 recuou 0,15%, a 7.399 pontos.

(*Com informações da Reuters)

Veja também

  • O que Pat Dorsey e a Supreme podem ensinar sobre moats
  • Como investir em dólar: 5 passos de aplicar na moeda dos EUA
  • Aos 29, filho de Semenzato conta como deixou o tênis e assumiu holding do pai

Investir é mais fácil do que você imagina. Aqui tem o investimento ideal para o seu perfil. Vem pro Nu invest!

Anúncio Patrocinado Invista em Ações com TAXA ZERO de corretagem! Invista em Ações com TAXA ZERO de corretagem!