Siga nossas redes

Negócios

Dólar encerra com leve queda, mas acumula alta de 1,86% na semana; Ibovespa cai

Dia é marcado ainda por máxima recorde do Nasdaq em Wall Street.

Publicado

em

Tempo médio de leitura: 4 minutos

Real fica mais exposto a ruído político e força global do dólar por posicionamento técnico, diz Morgan Stanley 10/09/2015 REUTERS/Ricardo Moraes

O Ibovespa, principal índice da bolsa brasileira, encerrou a sexta-feira (23) com desvaloriação. O dólar também registrou leve queda, com cenário de recordes nos futuros de ações em Nova York e de uma leitura mais alta de inflação no Brasil. No exterior, os mercados de câmbio tinham desempenho misto, mas as ações indicavam maior apetite por risco.

O Ibovespa recuou 0,87%, aos 125.052 pontos. As perdas chegaram a 0,71% na semana e de 1,38% no mês. Veja a cotação do Ibovespa hoje.

Já o dólar registrou queda de 0,03%, negociado a R$ 5,210. Na mínima do dia, a cotação atingiu R$ 5,160, e na máxima R$ 5,232. Na semana, porém, acumula alta de 1,86%.

No Brasil, o calendário de balanços do segundo trimestre de empresas do Ibovespa abre nesta sexta, com Hypera Pharma, ganhando fôlego nas próximas semanas.

“Preços de commodities favoráveis, uma base de comparação fraca em relação ao ano anterior e uma reabertura da economia devem levar a resultados operacionais sólidos para a maioria das empresas”, espera a equipe do Santander Brasil.

Olho nos juros

O IPCA-15, considerado a prévia da inflação oficial, subiu 0,72% em julho, maior alta para o mês em 17 anos. O número veio acima da taxa de 0,64% esperada por economistas consultados em pesquisa da Reuters.

A turbulência recente nos mercados externos, que se estendeu ao Brasil, levou alguns analistas a questionar o espaço para o Banco Central entregar um aumento mais agressivo dos juros de 100 pontos-base em 4 de agosto. O Copom já promoveu três altas seguidas de 75 pontos-base na Selic, tirando a taxa da mínima recorde de 2% em meados de março para os atuais 4,25%.

Mas os dados do IPCA-15 divulgados nesta manhã serviram de lembrete da pressão de preços que tem perdurado. Sinal de mais apostas num aumento mais forte dos juros, o contrato de DI negociado na B3 para outubro de 2021 – o mais líquido para expressar posições para as reuniões de agosto e setembro – saltava 8 pontos-base, variação incomum para um contrato de curto prazo.

Destaques

A Vale (VALE3) caiu 0,51%, na esteira do declínio do preço do minério de ferro na China. Magazine Luiza (MGLU3) recuou 2,8% após precificar na véspera uma oferta de ações. Veja mais destaques da bolsa de valores hoje.

Bolsas Mundiais

Wall Street

Wall Street ganhou terreno pela quarta sessão consecutiva nesta sexta, ampliando um rali que levou os três principais índices acionários dos Estados Unidos a máximas recordes de fechamento, à medida que balanços positivos e sinais de uma recuperação da economia alimentam o apetite de investidores por risco.

  • O índice Dow Jones subiu 0,68%, a 35.062 pontos
  • O S&P 500 ganhou 1,014544%, a 4.412 pontos
  • O índice de tecnologia Nasdaq avançou 1,04%, a 14.837 pontos.

Europa

As ações europeias fecharam em máximas históricas nesta sexta-feira, com o otimismo com a temporada de balanços e a promessa do Banco Central Europeu de suporte monetário contínuo se sobrepondo aos riscos de um ressurgimento de casos de covid-19.

  • Em LONDRES, o índice Financial Times avançou 0,85%, a 7.027,58 pontos.
  • Em FRANKFURT, o índice DAX subiu 1,00%, a 15.669,29 pontos.
  • Em PARIS, o índice CAC-40 ganhou 1,35%, a 6.568,82 pontos.
  • Em MILÃO, o índice Ftse/Mib teve valorização de 1,29%, a 25.124,91 pontos.
  • Em MADRI, o índice Ibex-35 registrou alta de 1,11%, a 8.717,20 pontos.
  • Em LISBOA, o índice PSI20 valorizou-se 1,21%, a 5.075,81 pontos.

Ásia e Pacífico

As ações da China fecharam em queda nesta sexta, reduzindo os ganhos da semana, com o recuo de papéis de bens de consumo, saúde e imobiliárias..

  • Em TÓQUIO, o índice Nikkei avançou 0,58%, a 27.548 pontos.
  • Em HONG KONG, o índice HANG SENG caiu 1,45%, a 27.321 pontos.
  • Em XANGAI, o índice SSEC perdeu 0,68%, a 3.550 pontos.
  • O índice CSI300, que reúne as maiores companhias listadas em XANGAI e SHENZHEN, retrocedeu 1,21%, a 5.089 pontos.
  • Em SEUL, o índice KOSPI teve valorização de 0,13%, a 3.254 pontos.
  • Em TAIWAN, o índice TAIEX registrou baixa de 0,00%, a 17.572 pontos.
  • Em CINGAPURA, o índice STRAITS TIMES desvalorizou-se 0,07%, a 3.157 pontos.
  • Em SYDNEY o índice S&P/ASX 200 avançou 0,11%, a 7.394 pontos.

(* Com informações da Reuters)

Veja também

Operar pelo Home Broker do Nu invest está ainda mais rápido e com um novo visual. Comece agora!

Anúncio Patrocinado Probabilidades Samy Dana Probabilidades Samy Dana
ANÚNCIO PATROCINADO      Carteira de Dividendos Julho

Abra sua conta! É Grátis

Já comecei o meu cadastro e quero continuar.
Anúncio Patrocinado Cripto no App Nu