Siga nossas redes

Finanças

Dia é marcado por poucas baixas e fortes altas de siderúrgicas e construtoras

Ações da Cyrela lideraram as altas do Ibovespa ao avançarem 12,33%.

Publicado

em

CSN
CSN em Volta Redonda 16/1/2009 REUTERS/Fernando Soutello

O Ibovespa, principal índice negociado na B3, encerrou a terça-feira com forte valorização puxado pelo aumento nos preço das commodities. O cenário foi positivo para a bolsa, que finalizou o dia com apenas cinco papéis em baixa. A construtora Cyrela liderou as altas e impactou outras companhias do setor como Ezetec e MRV. Em meio ao aumento do preço do minério de ferro, Vale, CSN, Usiminas e Gerdau também avançaram. A Cosan diminuiu a alta de mais cedo, mas encerrou com ganhos. Veja os destaques abaixo:

Cyrela

As ações da Cyrela (CYRE3) terminaram o dia em alta de 12,33%, negociadas a R$ 20,41. A valorização ocorre após o Bradesco BBI escolher, em seu relatório de início de cobertura, a empresa como a top pick (preferida) entre as construtoras de renda média-alta do Brasil. O banco recomenda compra para os papéis da companhia e preço-alvo em R$ 28.

“Embora reconhecendo alguma piora nas condições do setor (custos de construção mais elevados e, em menor proporção, taxas de juros mais altas), vemos que as avaliações dos ativos estão excessivamente punidas. Esperamos que macro catalisadores impulsionem os cíclicos domésticos no segundo semestre de 2021 e a Cyrela seja o melhor (e mais líquido) veículo para colher os frutos de uma potencial recuperação”. disse o banco em relatório.

EZetec e MRV

Segundo Murilo Breder, analista da Nu Invest, as construtoras têm sofrido bastante nos últimos meses devido ao cenário macro mais desafiador para o setor, e a alta de Cyrela pode ter puxado papéis de outras companhias. A Eztec (EZTC3), por exemplo, encerrou o dia com alta de 10,61%, negociada a R$ 27,84, enquanto MRV (MRVE3) subiu 6,65%, para R$ 13,32. “Empresas cíclicas, de beta elevado e descontadas, em um dia de recuperação na bolsa como o de hoje, é de se esperar uma boa performance no setor, ainda mais catapultado por um otimista início de cobertura”, explicou Breder.

Vale

A mineradora Vale (VALE3) subiu 3,65%, negociada a R$ 99,71, após o contrato mais negociado do minério de ferro em Dalian, para entrega em janeiro de 2022, saltar 6,2%, a 817,50 iuanes por tonelada, recuperando-se de uma mínima de sete meses e meio registrada na sexta-feira. Na bolsa de Cingapura, o contrato mais ativo do minério de ferro avançava 8,2%,a US$ 146,90 por tonelada.

Usiminas e CSN

As siderúrgicas Usiminas (USIM5) e CSN (CSNA3) também avançaram 7,10% e 5,35%, negociadas a R$ 17,94 e R$ 38,59, respectivamente, impactadas pelo aumento nos preços das commodities.

Cosan

O conglomerado de energia e logística Cosan (CSAN3) desacelerou e subiu 1,63%, para R$ R$ 22,48. A empresa anunciou na véspera uma nova estratégia de investimentos por meio de uma estrutura de fundos para realizar aportes com recursos próprios e eventualmente de terceiros em novos negócios.

Em relatório, o Goldman Sachs destacou o pequeno tamanho do investimento inicial; o potencial para novas oportunidades de investimento em novas áreas e o risco associado à execussão como pontos principais. O banco manteve classificação neutra para os papeis da companhia e preço-alvo em R$ 21,90.

*(Com informações da Reuters)

Veja também

Invista sem precisar pagar Imposto de Renda! Invista em CRI e CRA!

Anúncio Patrocinado Invista em Ações com TAXA ZERO de corretagem! Invista em Ações com TAXA ZERO de corretagem!