Siga nossas redes

Finanças

Vale fecha em queda de 5%; Usiminas e CSN desabam 7%

Somente quatro papéis encerraram o pregão em alta.

Publicado

em

Vale
Logo da mineradora brasileira Vale no edifício-sede da companhia no Rio de Janeiro REUTERS/Pilar Olivares/File Photo

Ibovespa, principal índice negociado na B3, encerrou a terça-feira (28) em forte queda puxado pela desvalorização de ações de Vale e Petrobras.

Somente quatro papéis fecharam o pregão em alta. Minerva (BEEF3) subiu 1,75%, para R$ 10,48, e BRF (BRFS3) avançou 0,99%, para R$ 26,54.

As ações do Banco Inter (BIDI11) lideraram as baixas do indicador, com queda de 11,82%.

A Embraer, que chegou a subir após divulgar estudo de perspectivas de entregas de aeronaves para a China, virou e encerrou em queda, assim como a Braskem.

As siderúrgicas Usiminas e CSN finalizaram o dia com perdas elevadas. Confira os destaques do dia:

Embraer

A fabricante de aeronaves Embraer (EMBR3), que mais cedo cedo chegou a subir, fechou em queda de 1,95%, negociada a R$ 23,07. A companhia informou que apresenta, nesta terça, durante o Zhuhai Airshow, a 13ª Exposição Internacional de Aviação Aeroespacial da China, estudo de perspectivas para o mercado chinês. O relatório prevê novas entregas de aeronaves nos próximos 20 anos com base na demanda de passageiros por viagens aéreas no pós-pandemia.

A Embraer tem uma previsão de que quase 1,5 mil novas aeronaves, na categoria de até 150 assentos, serão necessárias na região até 2040. Segundo a empresa, entre essas entregas, 77% devem atender à expansão do mercado e 23% substituirão aeronaves.

Petrobras

A Petrobras (PETR4), que também chegou a subir, terminou com recuo de 0,66%, para R$ 26,96. A companhia anunciou que vai aumentar o preço do diesel A para as distribuidoras. A partir desta quarta-feira (29), o preço médio de venda nas refinarias passa de R$ 2,81 para R$ 3,06 por litro, um reajuste médio de R$ 0,25 por litro. Essa é a primeira revisão em 85 dias.

Braskem

A Braskem (BRKM5), que também chegou a avançar, recuou 3,03%, para R$ 55,73. A petroquímica informou que sua controlada Idesa assinou aditivo ao contrato de fornecimento de etano com a mexicana Pemex para quitação de pendências contratuais anteriormente existentes, além de convênio que estabelece medidas de apoio para o projeto de construção de um terminal de importação de etano.

Em nota, a companhia informou que o aditivo altera o compromisso de volume mínimo para 30.000 barris por dia até a entrada em operação de terminal de importação de etano, prevista para o segundo semestre de 2024, ou a data limite de fevereiro de 2025.

Siderúrgicas e Vale

A Usiminas (USIM5) desabou 7,27%, para R$ 14,79, CSN (CSNA3) caiu 7,44%, para R$ 27,62, e Gerdau (GGBR4) perdeu 3,02%, para R$ 25,60. A mineradora Vale (VALE3) recuou 5,01%, para R$ 74,85. As restrições ao uso de carvão pela China impactou alguns setores da indústria do país, o que pesou sobre as ações das empresas exportadoras.

Veja também

Invista na Apple, Amazon, Google, Disney, Netflix em poucos cliques e com taxa ZERO de corretagem! Invista em BDR

Anúncio Patrocinado Invista em Ações com TAXA ZERO de corretagem! Invista em Ações com TAXA ZERO de corretagem!