Siga nossas redes

Finanças

Ibovespa fecha em alta, de olho em reforma tributária; dólar fica quase estável

Mercado repercute dados sobre a inflação dos EUA e cenário interno.

Publicado

em

Tempo médio de leitura: 6 minutos

Fachada da B3

O Ibovespa, fechou em alta nesta terça-feira (13), com o mercado de olho no parecer preliminar do relator na Câmara da reforma tributária, o deputado Celso Sabino (PSDB-BA). Já o dólar terminou o dia perto da estabilidade.

O Ibovespa subiu 0,45%, aos 128.168 pontos. Veja a cotação do Ibovespa hoje. O dólar subiu 0,09%, a R$ 5,1799.

O parecer do deputado Celso Sabino (PSDB-PA) manteve a taxação sobre dividendos em 20% e a eliminação do mecanismo de juros sobre capital próprio (JCP), mas excluiu a de tributação sobre rendimentos de fundos imobiliários (FIIs).

Essa notícia dos FIIs, em especial, segundo avaliou o analista da Clear Corretora, Rafael Ribeiro, beneficia o setor de construção e shoppings, “uma vez que os fundos são usados como uma forma de financiamento”.

O substitutivo também reduziu mais a alíquota do IR para empresas com lucro até R$ 20 mil – a 5% em 2022 e 2,5% em 2023. Para as que registram lucro acima de R$ 20 mil, a queda será de 25% para 12,5%.

De acordo com o sócio da Manchester Investimentos Eduardo Cubas Pereira, as medidas propostas pelo governo federal no final do mês passado, no âmbito da segunda fase da reforma tributária, não agradaram agentes financeiros.

“À medida que as negociações sobre o texto avançam, porém, o mercado acaba reagindo bem”, afirmou.

Cenário externo

Mais cedo, o mercado repercutiu a divulgação de dados da inflação nos Estados Unidos, em busca de pistas sobre o rumo da política do país. Se o Federal Reserve (Fed), banco central norte-americano, subir a taxa de juros antes do esperado, a tendência seria de alta do dólar e queda do Ibovespa.

De acordo com informações divulgadas nesta terça pelo Departamento do Trabalho dos Estados Unidos, o índice de preços ao consumidor subiu 0,9% no mês passado, a maior alta desde junho de 2008, após avançar 0,6% em maio. Economistas previam alta de 0,5%.

“Esse era o grande indicador do dia e veio muito acima do esperado; isso, a princípio, assusta um pouco o investidor”, disse à Reuters Rafael Claudino, sócio fundador da HCI Invest, apontando para apostas de que o Federal Reserve reduzirá seus estímulos e elevará os juros mais cedo do esperado.

No entanto, após o susto inicial, o dólar voltou a recuar. “Nossa taxa de juros também está subindo, e isso pode trazer o dólar para um patamar mais condizente com a realidade”, explicou Claudino.

Em sua última reunião de política monetária, o BC promoveu a terceira alta consecutiva de 0,75 ponto percentual da taxa Selic, a 4,25%, e indicou que vai anunciar aumento da mesma magnitude, pelo menos, em sua próxima reunião.

Juros mais altos no Brasil elevam a atratividade do mercado de renda fixa local, o que tende a aumentar os ingressos de capital estrangeiro e, consequentemente, impulsionar o real.

Cenário político

Investidores continuavam de olho no cenário político em Brasília. Em meio às investigações da CPI da Covid no Senado, o presidente Jair Bolsonaro negou que tenha cometido prevaricação no caso das supostas irregularidades na negociação para a compra da vacina indiana Covaxin.

Dan Kawa, CIO da TAG Investimentos, escreveu que a CPI “continuará causando ruídos e desconforto ao governo, mas ainda sem potencial de ‘explosão'”, enquanto os investidores continuarão de olho nos desdobramentos em torno das propostas de mudanças tributárias do governo.

Destaques da bolsa

A unit do Banco Inter (BIDI11) caiu 2,05%, após renovar recorde intradia mais cedo. Já WEG (WEGE3) perdeu 1,12% em sessão de ajustes, após alta de 5,6% acumulada no mês até a véspera.

Hypera Pharma (HYPE3) saltou 6,36%, após fechar acordo com a Sanofi para a aquisição de 12 marcas de medicamentos isentos de prescrição e de prescrição no Brasil, México e Colômbia por US$ 190,3 milhões.

Bolsas Mundiais

Wall Street

Os índices S&P 500 e Nasdaq fecharam em queda, após terem atingido máximas recordes durante a sessão, com investidores digerindo ao salto nos preços ao consumidor nos Estados Unidos em junho e os balanços de JPMorgan e Goldman Sachs, que deram início à temporada de resultados trimestrais.

  • Dow Jones fechou em queda de 0,31%, a 34.888,79 pontos
  • S&P 500 perdeu 0,35%, a 4.369,21 pontos
  • Nasdaq Composite cedeu 0,38%, a 14.677,65 pontos

Europa

As ações europeias caíram marginalmente em relação às máximas históricas nesta terça-feira, com os investidores vendendo papéis de setores economicamente sensíveis após a inflação norte-americana mais alta do que o esperado, mas alguns ganhos otimistas limitaram as perdas.

  • Em LONDRES, o índice Financial Times recuou 0,01%, a 7.124 pontos.
  • Em FRANKFURT, o índice DAX também caiu 0,01%, a 15.789 pontos.
  • Em PARIS, o índice CAC-40 foi outro que perdeu 0,01%, a 6.558 pontos.
  • Em MILÃO, o índice Ftse/Mib teve desvalorização de 0,50%, a 25.156 pontos.
  • Em MADRI, o índice Ibex-35 registrou baixa de 1,38%, a 8.694 pontos.
  • Em LISBOA, o índice PSI20 desvalorizou-se 0,45%, a 5.196 pontos.

Ásia e Pacífico

As ações blue-chips da China fecharam em alta nesta terça-feira, sustentadas por fortes ganhos nas empresas de consumo, depois de novos dados terem mostrado que as exportações do país cresceram a um ritmo muito mais rápido do que o esperado em junho diante da recuperação da demanda global.

  • Em TÓQUIO, o índice Nikkei avançou 0,52%, a 28.718 pontos.
  • Em HONG KONG, o índice HANG SENG subiu 1,63%, a 27.963 pontos.
  • Em XANGAI, o índice SSEC ganhou 0,53%, a 3.566 pontos.
  • O índice CSI300, que reúne as maiores companhias listadas em XANGAI e SHENZHEN, avançou 0,18%, a 5.142 pontos.
  • Em SEUL, o índice KOSPI teve valorização de 0,77%, a 3.271 pontos.
  • Em TAIWAN, o índice TAIEX registrou alta de 0,19%, a 17.847 pontos.
  • Em CINGAPURA, o índice STRAITS TIMES valorizou-se 0,63%, a 3.166 pontos.
  • Em SYDNEY o índice S&P/ASX 200 recuou 0,02%, a 7.332 pontos.

(* Com informações da Reuters)

Veja também:

  • Juros nos EUA: 4 passos para proteger seus investimentos
  • Hypera chega a subir mais de 3% após compra de marcas da Sanofi por US$ 190,3 mi
  • Mercurius Crypto lança fundo de criptomoedas com estratégia de value investing
  • Serviços crescem pelo 2º mês e ficam acima do nível pré-pandemia
  • Enjoei sobe mais de 3% na B3, após vendas avançarem 82% no 2º trimestre
  • Smartfit confirma preço de R$ 23 por ação em IPO, movimentando R$ 2,3 bilhões
  • Bolsonaro sanciona lei para a privatização da Eletrobras com vetos

Compre Ações em apenas 3 cliques e aproveite taxa ZERO de corretagem! Invista já

Anúncio Patrocinado Probabilidades Samy Dana Probabilidades Samy Dana
ANÚNCIO PATROCINADO      Carteira de Dividendos Agosto

Abra sua conta! É Grátis

Já comecei o meu cadastro e quero continuar.
Anúncio Patrocinado Cripto no App Nu