Siga nossas redes

Geral

Bradespar deve ser maior pagadora de dividendos em 2022, diz estudo; veja lista

Previsão é da Economatica e leva em conta projeções numéricas; já especialistas fazem outras recomendações.

Publicado

em

Tempo médio de leitura: 8 minutos

A Bradespar, braço de participações do Bradesco, deve ser a maior pagadora de dividendos da B3 em 2022, tanto na ação ordinária (BRAP3) quanto na preferencial (BRAP4). É o que prevê um estudo feito pela provedora de dados financeiros Economatica. Em terceiro lugar, a ação que deve ter a melhor remuneração em dividendos para o acionista neste ano é o papel preferencial da Metalúrgica Gerdau (GOAU4).

O levantamento lista as ações com maiores previsões de dividend yield (DY) neste ano. O indicador é usado para medir a rentabilidade dos dividendos de uma empresa em relação ao preço de suas ações. 

Para elaborar o ranking com as previsões de quais ações devem ser as maiores pagadoras de dividendos em 2022, a Economatica considerou o preço da ação no último dia de 2021 e o mesmo volume de dividendos e juros sobre capital próprio (JCP) distribuídos no mesmo ano. 

Por esse critério, a ação BRAP3 deve ter um retorno em dividendos de 44,53%. Se isso se confirmar, será um salto em relação aos 19,14% de 2021. Os números são semelhantes ao cenário previsto para BRAP4, que deve ter DY de 42,69%, após registrar 18,91% em 2021. 

Ações que devem ser as maiores pagadoras de dividendos em 2022:

EmpresaCódigoDY em 2021 (%)DY projetado para 2022 (%)Mediana de DY em 5 anos (%)
BradesparBRAP319,1444,536,57
BradesparBRAP418,9142,692,16
Gerdau MetGOAU420,620,394,14
PetrobrasPETR419,9419,874,89
ValeVALE316,7418,779,12
CopelCPLE616,0418,671,48
PetrobrasPETR319,5918,419,25
CopelCPLE315,6117,8617,1
UniparUNIP630,1714,961,42
CPFL EnergiaCPFE311,3713,87,4
LavviLAVV37,413,17,11
QualicorpQUAL36,2912,960
MarfrigMRFG319,6712,930
EvenEVEN36,9112,6113,06
TaesaTAEE1113,5112,383,6
PortobelloPTBL316,4511,71,89
GerdauGGBR412,5611,267,12
BanrisulBRSR67,1210,79,38
CemigCMIG410,6910,443,16
DexcoDXCO38,9610,426,19
GrendeneGRND310,3310,013,08
B3B3SA35,429,950,52
UsiminasUSIM59,769,40

(Fonte: Economatica)

Além dos números

O levantamento considera uma metodologia 100% quantitativa. Por isso, a própria Economatica recomendou em relatório que o investidor faça “uma análise mais detalhada das empresas, que o levantamento não considera, antes de efetuar qualquer investimento”.

Jansen Costa, sócio-fundador da Fatorial Investimentos, acredita que “as principais pagadoras de dividendos neste ano em relação ao percentual do valor patrimonial das empresas devem ser a Vale (VALE3) e a Petrobras (PETR3 e PETR4)”. 

“Um levantamento mostrou que a Vale foi a segunda maior empresa pagadora de dividendos. A Petrobras também, por ter tido lucro superior aos resultados de 2020, deve se despontar como excelente pagadora de dividendos”, afirma Costa.

Alexsandro Nishimura, economista, head de conteúdo e sócio da BRA, também comenta que “as ações da Petrobras também têm sido elencadas para o rol de boas pagadoras de dividendos, caso a companhia continue operando da forma que vem atuando nos últimos anos, respeitando a política de paridade internacional de preços dos combustíveis”. 

“O mercado vê a possibilidade de que a soma dos dividendos de 2022 a 2026 totalize aproximadamente 100% do valor de mercado da empresa atualmente. Somente para 2022, o yield esperado seria da ordem de 23%, bem acima dos seus pares internacionais”, afirma  Nishimura sobre a Petrobras, ressalvando que “há grande potencial para volatilidade nas ações neste ano devido às eleições”.

Costa, da Fatorial, acrescenta que “outras empresas que devem pagar bons dividendos são do setor elétrico, como a Taesa (TAEE11) e Alupar (ALUP3), basicamente porque estão depreciadas no mercado e o dividendo deve ser elevado devido a isso”. “A Taesa é uma das maiores empresas de energia elétrica do país e tem um bom histórico de resultados, além de ser boa pagadora de dividendos.”

Nishimura aponta que “alguns setores costumam ser figuras carimbadas” entre as previsões de bons retornos com dividendos, “tais como as companhias do setor elétrico”. “Isso ocorre pois estas empresas costumam ter modelos de negócio mais defensivos, conseguindo pagar bons dividendos e com recorrência”, diz ele. 

O economista da BRA afirma que “os analistas veem a Taesa em uma posição confortável para manter a distribuição de 100% de lucros, acima da remuneração mínima que consta em seu Estatuto, de 50%, além de um dividend yield ao redor de 10%.”

Em sua lista das 3 ações que devem gerar o melhor retorno em dividendos em 2022, Guilherme Tiglia, analista da Nord Research, incluiu 3 do setor elétrico: Neoenergia (NEOE3), Engie Brasil (EGIE3) e EDP Brasil (ENBR3). 

“Se observarmos o comportamento das ações da Engie Brasil nas eleições de 2018, uma das boas pagadoras de dividendos e queridinhas pelos investidores, além de terem segurado mais nos momentos de queda quando comparadas com o índice Ibovespa, elas foram mais rentáveis do que a média do mercado”, comenta Tiglia em relatório. 

“Portanto, vejo que investir em companhias boas pagadoras de dividendos em um ano de risco mais acentuado para a nossa bolsa de valores é uma excelente estratégia para obter maior estabilidade na sua carteira pessoal de investimentos, sem deixar (é claro) de oferecer um retorno compatível com a renda variável”, diz ainda.

Fora do setor elétrico, outra ação citada por Nishimura, da BRA, é o Banco do Brasil (BBAS3). “Há expectativa de que possa ter uma distribuição de dividendos relevante, pois o banco deve aumentar seu payout (percentual de lucros que uma empresa destina a dividendos e/ou JCP para os acionistas) em um cenário de maior capitalização e recuperação de lucros. Os múltiplos descontados (quando uma ação está sendo negociada a um preço inferior ao que vale) do banco também podem permitir um maior retorno. Há projeções no mercado que apontam um dividend yield de 15% em 2022.”

No setor de bancos, Rodrigo Crespi, analista da Guide Investimentos, recomenda as ações preferenciais do Itaú (ITUB4) em sua carteira de dividendos. “O Itaú Unibanco reportou um resultado em linha com consenso, com um forte aumento em relação ao ano passado, apesar da fraca base comparativa de 2020. Os principais motivos para a alta foram em virtude de sua maior participação na frente digital, além de um aumento na receita com tarifas, gestão de ativos e bom momento do mercado de capitais”, comentou em relatório. 

Carteiras recomendadas

Veja abaixo as recomendações de 3 casas diferentes para os investidores que buscam ganhar com dividendos em 2022:

Guide Investimentos

Empresa CódigoPeso (%)
CPFLCPFE310
ItaúITUB415
KlabinKLBN1115
PetrobrasPETR415
Porto SeguroPSSA310
TaesaTAEE1115
TimTIMS310
ValeVALE310

NuInvest

EmpresaCódigoPeso (%)
BrasilAgroAGRO315
Kepler WeberKEPL315
TaesaTAEE1115
ValeVALE315
JBSJBSS310
PetrobrasPETR410
AmbevABEV35
B3B3SA35
Coca-colaCOCA345
ItausaITSA45

Órama

EmpresaCódigoPreço alvo (R$)
Banco ABCABCB420,67
BradescoBBDC429,07
MinervaBEEF312,90
CESPCESP632,30
EngieEGIE351,80

Cenário para dividendos em 2022

Nishimura, da BRA, lembra que “normalmente, o investidor que procura ações que pagam bons dividendos estão atrás de alternativas com menor volatilidade e um fluxo de renda recorrente, mesmo que ao ‘custo’ de menor valorização”. 

“O retorno costuma ser comparado com o que seria obtido em aplicações de renda fixa. Com a taxa Selic em alta e devendo atingir os dois dígitos já na próxima reunião do Copom, em fevereiro, o desafio de encontrar ações que rentabilizam o investidor à uma taxa superior fica ainda maior”, afirma Nishimura. 

“Por outro lado, o mercado brasileiro negocia com grande desconto, ou seja, com múltiplos abaixo da média histórica, o que dá maior margem para um retorno maior.”

Tiglia, da Nord, lembra que o ano deve ser de volatilidade para os investimentos em ações por conta das eleições. Nesse cenário, “empresas que são consolidadas e pagam bons dividendos acabam tendo menor impacto frente a tudo isso. Na média, elas costumam apresentar uma volatilidade menor, seja por maior maturidade, seja por maior previsibilidade no seu modelo de negócios.”

Expectativa x realidade

Além das projeções para 2022, a Economatica também divulgou o DY das ações que eram apontadas como boas candidatas a maiores pagadoras de dividendos de 2021 quando o ano se iniciou. Das 24 ações apontadas como possíveis boas pagadoras de dividendos no ano passado, 13 superaram o valor projetado e 11 ficaram abaixo do projetado. 

A maior decepção ficou por conta da Enauta (ENAT3), que tinha previsão de DY de 9,64% para o ano de 2021, mas distribuiu somente 1,64%. A Sul América (SULA11) foi a segunda ação com menor desempenho com relação ao valor projetado. O retorno foi de 0,89%, contra previsão de 4,08%. 

Na outra ponta, a ação que melhor remunerou entre as listadas foi a ação SYN Proc & Tec (SYNE3), que teve DY de 60,35% em 2021 – bem acima da expectativa no levantamento de 6,8%.

Veja abaixo o desempenho em DY das ações que eram apontadas como possíveis boas pagadoras de dividendos em 2021

EmpresaCódigoDY projetado para 2021DY real de 2021
Syn Prop TecSYNE36,860,35
MinervaBEEF32,5411,06
CopelCPLE64,1416,04
CopelCPLE34,0315,61
Tran PaulistTRPL46,2612,9
CPFL EnergiaCPFE35,5311,37
B3B3SA33,145,42
TaesaTAEE119,6313,51
Porto SeguroPSSA34,375,89
NeoenergiaNEOE32,322,98
SLC AgricolaSLCE33,593,87
HyperaHYPE33,433,6
Engie BrasilEGIE33,924,07
OdontoprevODPV33,483,24
Wiz S.A.WIZS38,327,57
MultiplanMULT32,572,12
Banco PanBPAN43,92,35
Cyrela RealtCYRE36,163,69
CamilCAML35,272,23
M.DiasbrancoMDIA32,080,59
Cia HeringHGTX32,560,62
AES BrasilAESB36,371,52
Sul AmericaSULA114,080,89
Enauta PartENAT39,641,64

(Fonte: Economatica)

Este conteúdo é de cunho jornalístico e informativo e não deve ser considerado como oferta, recomendação ou orientação de compra ou venda de ativos.

Investir em Ações é ainda mais fácil com taxa de corretagem ZERO! Aproveite agora

Anúncio Patrocinado Probabilidades Samy Dana Probabilidades Samy Dana
ANÚNCIO PATROCINADO      Novidade Carteita TOP FII Junho

Abra sua conta! É Grátis

Já comecei o meu cadastro e quero continuar.
Anúncio Patrocinado Cripto no App Nu