Siga nossas redes

Finanças

Vale fecha em alta de 5%; Usiminas, Gerdau e CSN também avançam

A empresa de massas e biscoitos M. Dias Branco também subiu forte após divulgação de dados semestrais.

Publicado

em

REUTERS/Alexandre Mota

As ações do Banco Inter (BID11) encerraram a segunda-feira (08) em queda de 7,30% no topo das principais desvalorizações do Ibovespa.

Na outra ponta, os papéis de Vale lideraram as altas, seguidos das ações da Usiminas.

A Braskem também subiu após firmar memorando de atendimento com a Lummus para o licenciamento conjunto da tecnologia de eteno verde, enquanto a BB Seguridade, que mais cedo recuava, virou e passou a subir em meio a divulgação dos resultados trimestrais.

A Aura Minerals, que não está no Ibovespa, virou e encerrou em valorização após divulgar resultados da avaliação econômica preliminar do projeto de Matupá. Confira os destaques registrados no dia:

Commodities

A mineradora Vale (VALE3) subiu 5,44%, para R$ 67,60, em meio ao avanço nos preços do minério de ferro, liderando as valorizações do pregão. Entre as siderúrgicas, a Usiminas (USIM5) fechou com ganhos de 4,56%, para R$ 12,60; a Gerdau (GGBR4) subiu 3,84%, para R$ 23,80, enquanto a CSN (CSNA3) avançou 2,12%, para R$ 21,69. A alta ocorre em meio à aprovação de pacote de infraestrutura de mais de US$ 1 trilhão aprovado pelo Congresso dos Estados Unidos. As ações preferenciais de Petrobras (PETR4) avançaram 1,04%, para R$ 26,12, beneficiadas pelo sinal positivo nos preços de petróleo no mercado externo.

Cielo

A Cielo (CIEL3) subiu 2,39%, para R$ 4,37, tendo no radar melhora na recomendação das ações da empresa de meios de pagamentos pelo JPMorgan, de ‘underweight’ para ‘neutra’.

Braskem

A petroquímica Braskem (BRKM5) avançou 2,01%, para R$ 56,79. A alta ocorre após a companhia firmar um memorando de atendimento com a Lummus para o licenciamento conjunto da tecnologia de eteno verde para dois projetos em diferentes regiões do mundo. Em comunicado, a companhia informou que se trata de um projeto em desenvolvimento na América do Norte e um projeto em análise na Tailândia, que está sujeito às aprovações dos respectivos órgãos de governança competentes.

Segundo a Braskem, em paralelo, as duas companhias estão discutindo um acordo de longo prazo para que a Lummus licencie a tecnologia de eteno verde da Braskem como forma de acelerar o uso de matérias-primas renováveis pelo setor químico em todo o mundo, “contribuindo para o combate às mudanças climáticas através da conversão do carbono capturado da atmosfera em plástico”, informou.

BB Seguridade

BB Seguridade (BBSE3) encerrou em queda de 0,09%, para R$ 22,82. A empresa reportou nesta segunda-feira lucro líquido ajustado de R$ 975,8 milhões no terceiro trimestre, queda de 11% ante mesmo período de 2020.

Em relatório, Marcelo Telles, Daniel Vaz e Bruna Amorim, analistas do Credit Suisse, afirmaram que o lucro líquido da empresa ficou 4,3% acima do consenso e 6,5% de suas expectativas. “Os resultados foram positivamente impactados por uma maior contribuição nos lucros da BrasilSeg com sinistros abaixo do esperado, principalmente no rural, e da Brasilcap devido ao maior resultado financeiro além do hedge na carteira de investimentos pré-fixados”, disse a equipe.

Os analistas reiteraram ainda que a receita de corretagem da empresa cresceu 6% no comparativo anual e ficou 2,1% acima das estimativas do Credit. “Vemos os resultados sequenciais melhorando; prevemos resultados financeiros mais altos com taxas de juros mais altas e menor impacto dos efeitos de incompatibilidade IPCA / IGP-M e efeitos positivos nos resultados de subscrição conforme o ritmo de vacinação aumenta e as perdas relacionadas à covid diminuem gradualmente”, disse a equipe.

Itaú Unibanco

Itaú Unibanco (ITUB3) fechou em queda de 0,52%, para R$ 22,76. A compahia obteve aprovação do Banco Central para comprar aproximadamente 11,38% do capital social total da XP Inc. (XPBR31).

Petz

As ações da Petz (PETZ3) caíram 4,11%, para R$ 19,61, antes do resultado do terceiro trimestre, aguardado para após o fechamento da bolsa.

M.Dias Branco

A empresa de massas e biscoitos M. Dias Branco (MDIA3) subiu 4,12%, para R$ 31,81. A companhia reportou um lucro líquido do terceiro trimestre de R$ 196,6 milhões, resultado 25,9% menor que o registrado no mesmo período de 2020. As vendas da companhia também recuaram 18,3% no mesmo intervalo de comparação, para 456,4 mil toneladas de produtos.

Em relatório, Gustavo Troyano e Victor Gaspar, analistas do Itaú Unibanco, acrescentaram que os números reportados foram positivos. O lucro antes de juros, impostos, amortização e depreciação (Ebitda, na sigla em inglês) ajustado de R$ 288 milhões superou em 25% as expectativas do banco e do consenso de mercado.

“A surpresa positiva foi impulsionada principalmente pela estratégia de preços da empresa, que desencadeou uma expansão de margem, uma vez que os preços subiram mais rápido do que os custos. A margem Ebitda ajustada recuperou-se para o patamar de dois dígitos, atingindo 13,2% no trimestre, 230 pontos-base acima de nossa projeção”, informaram os analistas.

Brasil Agro

A Brasil Agro (AGRO3) registrou ganhos de 4,51%, para a R$ 27,83. A XP Investimentos iniciou a cobertura da companhia com recomendação de compra e preço-alvo para o fim de 2022 de R$ 34,20 ação, gerando potencial de valorização de 28% em relação ao preço atual da ação, R$26,63.

De acordo com Leonardo Alencar, Pedro Fonseca e Marcella Ungaretti, analistas da corretora, preços mais altos para commodities (milho, soja, açúcar, algodão, gado) aumentam a lucratividade da empresa, um dos principais motivos pelos quais as ações estão superando o índice Ibovespa da B3.

De acordo com estimativas da XP, os papéis da companhia estão sendo negociado atualmente a 6 vezes o valor da companhia em relação ao lucro antes de juros, impostos, amortização e depreciação (Ebitda, na sigla em inglês) para o fim de 2022, abaixo de múltiplo-alvo esperado para a empresa de 8,1 vezes. “Nosso preço-alvo é baseado em fluxo de caixa descontado e assume um Custo Médio Ponderado de Capital (WACC) de 10,7% e um crescimento na perpetuidade de 4,0%, em termos nominais em reais”, informou a equipe.

Aura Minerals

A Aura Minerals (AURA33) virou e encerrou em alta de 1,70%, para R$ 50,39. A empresa anunciou os resultados da avaliação econômica preliminar (PEA) do projeto de ouro de Matupá, localizado no Mato Grosso. Segundo comunicado, estima-se que o projeto deverá demandar investimentos totais de implementação (Capex) de aproximadamente US$ 94,6 milhões, com payback (retorno do investimento) de 2,1 anos e deverá gerar um valor presente líquido (VPL) de aproximadamente US$ 86 milhões.

*(Com informações da Reuters)

Veja também

Invista na Apple, Amazon, Google, Disney, Netflix em poucos cliques e com taxa ZERO de corretagem! Invista em BDR

Anúncio Patrocinado Invista em Ações com TAXA ZERO de corretagem! Invista em Ações com TAXA ZERO de corretagem!