Siga nossas redes

Finanças

Ibovespa cai para 119 mil pontos; dólar encerra com leve recuo

Discurso de Powell na sexta segue impactando dólar e Ibovespa.

Publicado

em

Tempo médio de leitura: 5 minutos

commodities

O Ibovespa, principal indicador da bolsa brasileira, a B3, caiu nesta segunda-feira (30), com o mercado ainda atento ao cenário fiscal e político internamente, e repercutindo o discurso na última sexta de Jerome Powell, chefe do Federal Reserve (Fed), banco central dos Estados Unidos. O dólar fechou em leve queda.

O Ibovespa recuou 0,78%, aos 119.739 pontos, próximo a máxima do dia em 119.354 pontos. Na máxima, o índice chegou a ultrapassar os 120 mil pontos. Já o dólar caiu 0,09%, comercializado a R$ 5,1888, próximo a mínima do dia em R$ 5,1826.

Fed

O mercado seguia sob a batuta da sinalização do Fed dada no fim da semana passada de que não deverá haver redução de compras de títulos até o fim do ano. Na ocasião, Powell indicou também que alta de juros ainda é um cenário distante.

As falas melhoraram o humor dos investidores porque apontam manutenção de injeção mensal de US$ 120 bilhões no mercado, liquidez que pode continuar a fluir para ativos de risco – como ações, moedas emergentes e commodities -, o que em parte ajuda a explicar os sucessivos recordes em mercados de ações nos EUA, sobretudo, e também na Europa.

Cenário interno

No Brasil, permanecem as preocupações com as tensões políticas, sem alívio na crise entre os poderes Executivo e Judiciário, bem como o desconforto com os riscos fiscais e a crise hídrica e seus potenciais reflexos na inflação.

Dados divulgados mais cedo mostraram que alta de 0,66% para o IGP-M em agosto. “Se não fosse a crise hídrica, o IGP-M apresentaria desaceleração mais forte”, segundo o coordenador dos índices de preços da FGV, André Braz.

“Com um ambiente externo sem muita força neste início de semana e com o risco político no radar, acreditamos em uma sessão de viés negativo”, afirmou a equipe da Guide Investimentos, em nota a clientes.

O dia é marcado ainda pela divulgação do Boletim Focus. O mercado elevou suas projeções para a inflação e o dólar neste ano, ao mesmo tempo em que passou a ver menor crescimento econômico.

Destaques da bolsa

Entre os destaques do mercado de ações, Alliar (AALR3) e Allied (ALLD3) apresentam valorização, enquanto Petrobras (PETR4) e Vibra Energia/ BR Distribuidora (BRDT3) recuam. Confira os destaques da bolsa hoje.

Bolsas Mundiais

Wall Street

Os índices S&P 500 e Nasdaq atingiram máximas recordes logo após a abertura desta segunda-feira, com comentários “dovish” (postura mais flexível, com menor taxa de juros e elevação da inflação) do Fed da semana passada reforçando o otimismo em relação à recuperação econômica e diminuindo temores de uma redução repentina no estímulo monetário.

O Dow Jones subiu 0,16%, a 35.399 pontos. O S&P 500 avançou 0,43%, a 4.528 pontos, enquanto o Nasdaq Composite ganhou 0,9%, a 15.265 pontos.

Europa

As ações europeias terminaram em torno da estabilidade nesta segunda-feira, com um feriado britânico contribuindo para um dia de negociações mais fracas, mas o mercado acionário do continente caminha para fortes ganhos mensais, com base nas expectativas de que o apoio contínuo de bancos centrais sustentará a recuperação econômica.

  • Em LONDRES, não houve negociação devido a um feriado.
  • Em FRANKFURT, o índice DAX subiu 0,22%, a 15.887,31 pontos.
  • Em PARIS, o índice CAC-40 ganhou 0,08%, a 6.687,30 pontos.
  • Em MILÃO, o índice Ftse/Mib teve valorização de 0,07%, a 26.024,27 pontos.
  • Em MADRI, o índice Ibex-35 registrou baixa de 0,61%, a 8.867,90 pontos.
  • Em LISBOA, o índice PSI20 valorizou-se 0,27%, a 5.340,41 pontos.

Ásia e Pacífico

As ações blue-chips da China recuaram nesta segunda-feira, enquanto a bolsa de Xangai subiu ligeiramente, conforme os participantes do mercado aguardam pesquisas de gerentes de compras da indústria e de serviços para ver se a tendência de desaceleração do crescimento continuará.

  • Em TÓQUIO, o índice Nikkei avançou 0,54%, a 27.789 pontos.
  • Em HONG KONG, o índice HANG SENG subiu 0,52%, a 25.539 pontos.
  • Em XANGAI, o índice SSEC ganhou 0,17%, a 3.528 pontos.
  • O índice CSI300, que reúne as maiores companhias listadas em XANGAI e SHENZHEN, retrocedeu 0,29%, a 4.813 pontos.
  • Em SEUL, o índice KOSPI teve valorização de 0,33%, a 3.144 pontos.
  • Em TAIWAN, o índice TAIEX registrou alta de 1,08%, a 17.396 pontos.
  • Em CINGAPURA, o índice STRAITS TIMES valorizou-se 0,69%, a 3.102 pontos.
  • Em SYDNEY o índice S&P/ASX 200 avançou 0,22%, a 7.504 pontos.

(Com informações da Reuters)

Veja também

ANÚNCIO PATROCINADO Confira

Abra sua conta! É Grátis

Já comecei o meu cadastro e quero continuar.