Siga nossas redes

Geral

Ficou sabendo? Vendas da Eztec recuam; Fifa de olho em esports e viagem espacial

Vendas da construtora caíram 10,8% no terceiro trimestre.

Publicado

em

por

InvestNews

Eztec desacelera lançamentos e vende menos no 3º tri

A construtora Eztec (EZTC3) anunciou nesta sexta-feira (15), R$ 255 milhões em vendas no terceiro trimestre, uma queda de 10,8% sobre o período imediatamente anterior e recuo de 23,6% na comparação anual.

A companhia também divulgou lançamentos de empreendimentos que somam um valor geral de vendas (VGV) de R$ 460 milhões entre julho e o fim de setembro, queda ante os R$ 928 milhões do segundo trimestre, mas forte alta em relação aos R$ 206 milhões apurados um ano antes.

“Para as próximas semanas a companhia se movimenta para o lançamento de projeto…entre as rodovias Anhanguera, Bandeirantes e Marginal Tietê, projeto voltado para o público de média renda cujo VGV estimado será próximo aos R$ 730 milhões”, afirmou a empresa em prévia operacional

Nesta semana, a Cyrela (CYRE3) anunciou alta de cerca de 33% nos lançamentos do terceiro trimestre sobre um ano antes, mas queda de 20% nas vendas do período.

Fifa vai ampliar portfólio de videogames e esports

A Fifa anunciou nesta sexta-feira que vai ampliar seu portfólio de videogames e esports para assegurar que os controles de direitos não fiquem nas mãos de apenas um grupo.

O anúncio ocorreu depois que o jornal The New York Times publicou nesta semana que a Electronic Arts estava enfrentando dificuldades para renovar o contrato que permite a empresa usar o nome Fifa em sua franquia de videogames de futebol.

A Fifa apontou que companhias de tecnologia e telecomunicações estão ativamente competindo para se associarem à entidade, suas plataformas e torneios.

O contrato atual da EA expira no próximo ano depois da Copa do Mundo do Catar e a Fifa busca receitas maiores, enquanto a EA quer ampliar a marca Fifa para outras áreas, como tokens não fungíveis (NFTs).

Virgin Galactic vai atrasar serviço comercial de viagens espaciais

A empresa de exploração espacial Virgin Galactic disse na quinta-feira (14) que está atrasando seu serviço comercial de viagens espaciais para o quarto trimestre de 2022 e não realizará outro voo de teste neste ano.

A Administração Federal de Aviação dos EUA (FAA) impediu a Virgin Galactic de voar em sua SpaceShipTwo, enquanto aguarda a conclusão de relatório sobre o voo do foguete que levou o bilionário britânico Richard Branson para a borda do espaço. Branson estava entre os seis funcionários da Virgin Galactic que participaram do voo de julho.

A FAA em 29 de setembro encerrou sua investigação sobre o acidente no lançamento de 11 de julho da Virgin Galactic, que se desviou do espaço aéreo atribuído durante a descida, e suspendeu uma ordem de pouso que havia imposto anteriormente.

A Virgin Galactic planejava outro voo da SpaceShipTwo. Mas agora começará primeiro seu programa de melhorias planejado e conduzirá o voo de teste do Unity 23 após a conclusão deste trabalho e antes de iniciar o serviço comercial.

*Com informações da Reuters

Veja também

Operar pelo Home Broker do Nu invest está ainda mais rápido e com um novo visual. Comece agora!

Anúncio Patrocinado Invista em Ações com TAXA ZERO de corretagem! Invista em Ações com TAXA ZERO de corretagem!